Pressionado, Omar garante aumentar salário de estagiárias

Prefeito discutiu com diretoras soluções para as constantes faltas na Educação e vai criar comissão


Um grupo de cerca de 40 diretoras e coordenadoras de escolas da rede municipal de Americana participaram de reunião com o prefeito Omar Najar (MDB) e com a secretária de Educação, Juçara Florian, e o pressionaram para que encontre soluções para as constantes faltas de professoras e também estagiárias nas escolas.

No encontro, foi criada uma comissão para buscar alternativas para a falta de docentes e o prefeito anunciou que aumentará o valor da bolsa das estagiárias para atrair mais estudantes para o trabalho.

Foto: Leon Botão / O Liberal
Prefeito ouviu as reclamações por quase duas horas

Nas últimas semanas, o LIBERAL tem noticiado o alto número de faltas de professoras nas escolas, casos de alunos sendo dispensados mesmo com proibição da secretária, salas ficando com 50 crianças, e falta de estagiárias e professoras auxiliares para acompanhar as crianças com necessidades especiais.

O cenário das escolas foi classificado por uma das participantes da reunião como uma “panela de pressão com a válvula entupida, prestes a explodir”. Esse também era o clima na reunião: quente. Acompanhado de seu Chefe de Gabinete, Belmiro José dos Santos, Omar ouviu as reclamações por quase duas horas, tomando nota, e tecendo alguns comentários, alguns deles na linha de “por que isso não foi avisado à Secretaria?”, ou “isso é absurdo”.

As principais cobranças foram em relação à falta de professoras substitutas, estagiárias e de manutenção nas escolas. Uma das coordenadoras chegou a chorar relatando o cenário caótico. Esses problemas, segundo as diretoras, unânimes, é o que causa tantas faltas. As profissionais disseram que as professoras estão esgotadas física e emocionalmente justamente pela falta de estrutura, e isso gera alto número de faltas. Uma bola de neve, segundo as profissionais.

Após ouvir as reclamações, o prefeito informou as diretoras de que o salário das estagiárias será reajustado para R$ 900, para evitar que as estudantes de Americana busquem estágio em Santa Bárbara d’Oeste, que atualmente paga mais. Serão abertas cerca de 50 vagas na rede quando o projeto que reajusta o valor for aprovado na Câmara. Sobre a manutenção e limpeza, o prefeito disse que pedirá à Secretaria de Obras que direcione alguns funcionários de serviços gerais para esse trabalho.

O problema maior, entretanto, ainda segue sem solução, já que o prefeito diz que não há verbas para contratação de professores sem ultrapassar limites de gastos da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal). Diante disso, foi formada uma comissão de diretoras e representantes da prefeitura para estudar alguma solução econômica e juridicamente viável.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!