28 de novembro de 2020 Atualizado 21:44

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

ELEIÇÕES 2020

Presidente do MDB em Americana, Giuliani se afasta

Comando “simbólico” da sigla passa para o vice-presidente Alfredo Ondas; diretório ainda tenta retomar controle na cidade

Por André Rossi

19 set 2020 às 08:19 • Última atualização 19 set 2020 às 08:24

Giuliani disse ao LIBERAL que deixou o posto por motivos particulares - Foto: Marcelo Rocha - O Libera

O presidente do diretório municipal do MDB de Americana, Fernando Giuliani (MDB), se licenciou do cargo por tempo indeterminado nesta sexta-feira (18). A presidência “simbólica” passa para o vereador e candidato a prefeito, Alfredo Ondas, que é o vice.

Giuliani disse ao LIBERAL que deixou o posto por motivos particulares e que a decisão já estava alinhada com o partido há um bom tempo. Agora, Ondas segue na batalha jurídica para retomar o controle do partido.

No dia 8 de setembro, o diretório estadual do MDB interviu na cidade e destituiu a executiva municipal. A tese é de que o ato aconteceu por conta da negativa do MDB local em apoiar o candidato a prefeito Rafael Macris (PSDB).

Legalmente, o comando do partido em Americana está com o deputado estadual Itamar Borges (MDB), que não se pronunciou sobre o caso.

Na última quarta-feira, o juiz da 158ª Zona Eleitoral de Americana, Márcio Roberto Alexandre, rejeitou a liminar solicitada pelo MDB de Americana para tentar retomar o controle do partido. Antes de qualquer decisão, o magistrado entende que o diretório estadual deve se manifestar na ação.

Mesmo assim, o juiz pondera que o ato não inviabiliza a participação do partido nas eleições de novembro. Por ora, está correndo o prazo para que o diretório estadual apresente documentos que justifiquem a destituição.

Publicidade