08 de maio de 2021 Atualizado 09:49

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Educação

Prefeitura de Americana estuda retorno das aulas presenciais em maio

As aulas na rede municipal estão sendo realizadas remotamente desde março do ano passado por conta da pandemia

Por Ana Carolina Leal

19 abr 2021 às 19:57 • Última atualização 19 abr 2021 às 19:58

A Prefeitura de Americana está se organizando para que as aulas presenciais na rede municipal retornem em maio. As aulas estão sendo realizadas remotamente desde março do ano passado por conta do crescimento do número de casos do novo coronavírus (Covid-19).

“A Prefeitura está trabalhando internamente e se organizando para o retorno gradual em maio”, traz trecho de nota enviada pela assessoria. De acordo com o Departamento de Comunicação do Executivo, datas e formatos serão anunciados no momento oportuno, quando já houver uma definição mais concreta. A reportagem do LIBERAL apurou, no entanto, que as aulas presenciais devem retornar na segunda quinzena de maio.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

O retorno das aulas depende da avaliação do Comitê de Crise da Covid-19. A decisão, no entanto, não afeta as redes estadual e particular. O retorno presencial de ambas ocorreu no dia 1º de fevereiro, com ocupação de 35% nas salas de aula e rodízio.

Em fevereiro, a Câmara Municipal sediou uma audiência pública para discutir a volta às aulas. O cenário epidêmico não era considerado o mais ideal para o retorno pelo médico infectologista Arnaldo Gouveia, que também é membro do comitê.

“Está com todos os indícios de que nós vamos ter uma recrudescência no número de casos na região essa semana. Já está acontecendo. Estamos vivendo isso agora”, comentou Arnaldo na oportunidade.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Responsável pela convocação da audiência pública, a vereadora professora Juliana (PT) celebrou a suspensão do retorno presencial e elogiou a decisão, segundo ela, corajosa, da prefeitura em recuar.

Publicidade