Prefeitura estuda implantação de novos radares em Americana

Administração estuda onde implantar novos radares a que tem direito pelo contrato com a empresa Mobit, fornecedora dos equipamentos


A Prefeitura de Americana estuda onde implantar novos radares a que tem direito pelo contrato com a empresa Mobit, fornecedora dos equipamentos.

A administração ainda pode fiscalizar eletronicamente mais cinco faixas na cidade, de acordo com o secretário adjunto de Obras e autoridade de Trânsito, Eraldo Camargo.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Cidade tem 14 pontos com radares

Cada radar monitora de uma até três faixas, afirma Eraldo. Não está descartada também a hipótese de abertura de novo edital para colocar mais aparelhos nas ruas de Americana.

Um local onde a prefeitura já anunciou que iria instalar um radar é a Estrada Municipal Ivo Macris. Eraldo diz que é possível que na via que liga a cidade a Cosmópolis e Paulínia seja implantado um equipamento para fiscalizar uma ou as duas faixas – a via tem uma pista em cada sentido.

Ou o governo pode decidir não colocar o radar na Ivo Macris e implantá-lo em outra avenida, segundo o secretário adjunto.

“Tem um monte”, disse Eraldo ao ser questionado se havia algum ponto da cidade em que entende que o excesso de velocidade é grave – ele não citou, porém, nenhum exemplo.

O secretário adjunto também chegou a dizer, em maio, que um radar poderia ser instalado na Avenida Iacanga, mas ainda não foi definido.

Depois de escolhidos os locais, Eraldo estima que sejam necessários 30 dias para que os aparelhos entrem em operação, contando o prazo de instalação e aferição por parte do Ipem (Instituto de Pesos e Medidas).

Atualmente, Americana tem radares em 14 pontos do município. Entre janeiro e abril deste ano (dados mais atualizados), os equipamentos flagraram 18.672 infrações de trânsito, média de 155 por dia, ou 6,4 por hora.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora