24 de Maio de 2020 Atualizado 12:06

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Teste rápido

Prefeitura de Americana vai ampliar testagem do coronavírus

Ministério da Saúde enviou 2.160 testes rápidos para a cidade, que serão usados em idosos, profissionais de segurança e saúde e seus familiares

Por Marina Zanaki

17 Maio 2020 às 11:32 • Última atualização 17 Maio 2020 às 11:38

A Prefeitura de Americana vai ampliar a testagem do novo coronavírus (Covid-19). Segundo a Vigilância Epidemiológica, passarão a ser testados outros públicos – atualmente, apenas pacientes graves e profissionais da saúde fazem testes na rede pública.

O Ministério da Saúde enviou 2.160 testes rápidos para Americana no dia 6 de maio. Eles serão utilizados para testar sintomáticos com mais de 60 anos, profissionais da segurança pública e seus familiares, bem como a família de profissionais da saúde.

Teste rápido de coronavírus – Foto: Governo de São Paulo / Divulgação

Os testes serão realizados a partir da solicitação médica da rede pública, de acordo com a Vigilância.

Americana tem, até agora, 62 casos confirmados, dos quais 41 foram confirmados por meio dos testes rápidos.

A coordenadora da Vigilância, Simone Maciel, reconhece que essa é só uma estimativa do número real de infectados.

“Não só em Americana, mas em todo o Estado a oferta de testes ainda é muito pequena. Precisaria avançar a oferta. Quanto mais você testa, mais conhecimento tem da situação epidemiológica do município”, afirmou a coordenadora em entrevista ao LIBERAL.

Simone diz acreditar que o número de casos positivos deve aumentar a partir da disponibilidade desses testes para outros grupos de pacientes com sintomas.

“À medida que você procura, você acha. Quanto mais se testa, maior a probabilidade de encontrar pessoas que tiveram contato. Algumas na fase aguda, outras que já passaram todo o processo da doença”, explicou.

Segundo a coordenadora, os testes devem começar a ser disponibilizados pelo serviço público a partir da semana que vem.

Segurança

Nesta sexta-feira, a Secretaria do Estado da Saúde começou a testar policiais militares, civis e técnicos científicos, bem como os familiares que moram na mesma casa.Na primeira etapa, que vai até 29 de maio, serão aplicados 130 mil testes na capital paulista.

De acordo com a SSP (Secretaria Estadual da Segurança Pública), os policiais das demais regiões do Estado serão testados nas próximas etapa, mas o cronograma dos testes ainda está sendo elaborado.

Podcast Além da Capa
Diante da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), em virtude da determinação de paralisação de atividades econômicas e do isolamento social forçado pela quarentena, o reflexo no mercado de trabalho é um dos principais termômetros para medir os danos. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com o repórter George Aravanis, que trata do aumento dos pedidos de seguro-desemprego e acompanha os anúncios de suspensões de contrato de trabalho em empresas da RPT (Região do Polo Têxtil).