Prefeitura de Americana planeja ampliar zeladorias

Casa de Cultura, Museu do Salto Grande e praças esportivas devem ganhar zeladores; objetivo é impedir invasões e aumentar a segurança


A Secretaria de Cultura e Turismo de Americana planeja colocar zeladores na Casa de Cultura Hermann Müller e no Museu do Salto Grande. O objetivo é impedir “acessos indesejáveis” e ter alguém nos locais para acionar a Gama (Guarda Municipal de Americana) sempre que necessário, segundo a prefeitura.

A Secretaria de Esportes estuda a mesma medida em praças esportivas que têm sido alvo de vandalismo e furtos. Em 2018, foram registrados 22 furtos e 14 casos de danos em prédios públicos municipais de Americana. Onze escolas municipais já contam com zeladorias.

Foto: Arquivo / O Liberal
Secretaria planeja colocar zelador na Hermann Muller; decreto do prefeito Omar Najar regulamenta a função

No último dia 2, o prefeito Omar Najar (MDB) publicou decreto no Diário Oficial regulamentando a zeladoria nos prédios públicos com o objetivo de evitar invasões e depredações.

Os funcionários que trabalharem como zeladores precisam ser concursados (e já ter passado pelo estágio probatório), casados (ou manter união estável) e não possuir nenhum imóvel, entre outras exigências.

Também não podem ter sido condenados em última instância por crimes contra o patrimônio, propriedade imaterial, fé pública e administração pública.

A ideia é que os funcionários morem em sistema de comodato nos locais, cuidem do espaço e avisem a Gama em caso de invasões, por exemplo. Os servidores podem levar a família. O comodato vale por quatro anos, renováveis por igual período.

Nos dois locais onde a zeladoria está definida já existe estrutura, segundo a assessoria de imprensa da administração, mas os espaços precisam de reforma.

Segundo a Gama, o furto mais comum nos prédios públicos é o de fios. Os casos registrados como danos aos patrimônios podem envolver pichações e vidros quebrados, por exemplo. Em 2017, o número de furtos havia sido ainda maior (44). Houve dez registros de danos. Neste ano, foram quatro furtos e dois danos.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!