13 de agosto de 2022 Atualizado 22:03

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Prefeitura de Americana anuncia desassoreamento de córregos para evitar enchentes

Ação será realizada em parceria com governo estadual e terá duração de quatro meses

Por Ana Carolina Leal

06 de agosto de 2022, às 08h41

Atividade já vem acontecendo no Ribeirão Quilombo; DAEE forneceu máquinas e caminhões - Foto: Junior Guarnieri - Liberal

A Prefeitura de Americana, em parceria com o governo estadual, está fazendo o desassoreamento e a limpeza dos Córregos Santa Angélica, Pylles e Ribeirão Quilombo, para evitar enchentes no período chuvoso. Os serviços devem durar quatro meses.

A ação, intermediada pelo deputado federal Vanderlei Macris (PSDB), será realizada por meio do Programa Água é Vida, do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), vinculado à Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

O programa é dividido em quatro eixos e Americana foi contemplada com o serviço de desassoreamento. As outras possibilidades são sistema de afastamento e tratamento de esgoto, recuperação e proteção de mananciais superficiais.

O DAEE fornecerá as máquinas, caminhões, trator e também a mão de obra. Já a Secretaria de Meio Ambiente de Americana providenciou as licenças ambientais, fez todo o processo e trâmite para que o município pudesse receber a ação e fiscalizará e acompanhará todo o trabalho. Caberá também ao Poder Público fazer a recomposição da vegetação nas áreas.

Segundo o secretário de Meio Ambiente de Americana, Fabio Renato de Oliveira, é importante que o desassoreamento seja feito quando o tempo está mais seco porque facilita a remoção dos resíduos. “Estamos nos preparando na estiagem para colher os frutos no período chuvoso”.

Os serviços de desassoreamento e limpeza dos córregos resultarão no aumento da área da calha, o que influenciará na melhoria da oxigenação, na vazão e velocidade da água, impactando positivamente no curso dos rios, proporcionando melhor escoamento das águas da chuva e ajudando na prevenção de enchentes.

Os trabalhos partem do Ribeirão Quilombo, na região do Viaduto João Batista de Oliveira Romano, em frente ao Sesi, na Avenida Bandeirantes. Depois, seguem para a região do Viaduto Amadeu Elias e da Rua Diogo de Faria, no bairro Cordenonsi.

EDUCAÇÃO. Será realizado ainda um trabalho de educação ambiental nas regiões onde estão previstas as intervenções para que a população entenda a importância da manutenção da limpeza dos córregos. Os materiais retirados da água serão destinados para área de transbordo para desidratação, e reaproveitados pelo município no plantio, parques e praças.  

Publicidade