Prefeitura de Americana analisa se pode fazer concursos

Ao demitir servidores probatórios em 2017, a prefeitura ficou impedida pela Constituição de criar cargos com funções iguais


A Secretaria de Negócios Jurídicos de Americana prepara um parecer sobre a possibilidade de realização de concursos. Ao demitir servidores probatórios em 2017, a prefeitura ficou impedida pela Constituição de criar cargos com funções iguais ou semelhantes por quatro anos.

Este ano, o prefeito Omar Najar (MDB) chegou a anunciar um concurso público para a saúde. O pedido foi para o jurídico, mas a seleção não saiu. Agora, a ideia é contratar uma empresa para fornecer médicos, de forma terceirizada.

Na educação, a solução encontrada para contratar professores foi um processo seletivo temporário. A pasta vai seguir os moldes do Estado e fazer análise de currículo para chamar docentes que serão acionados só em caso de faltas dos professores titulares. O contrato deverá ser de um ano.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!