Postes no Vida Nova I têm lâmpada e fio, mas nunca foram ligados

Eles foram colocados antes da visita do então presidente Michel Temer, mas a instalação de luz nunca chegou a ser realizada


Foto: Marcelo Rocha - O Liberal.JPG
Postes na avenida central do Vida Nova I nunca foram ligados

Cinco postes instalados na avenida central do Condomínio Vida Nova I, na Praia Azul, permanecem sem instalação elétrica, quase dois anos após local ter sido inaugurado. O fato está gerando reclamação de moradores, obrigados a conviver com os transtornos decorrentes da falta de iluminação no local.

Aparentemente os postes estão completos. A fiação foi passada e as lâmpadas estão no lugar. Só que nunca acenderam porque falta fazer a ligação.

A recepcionista Adriana Aparecida Fávaro, que reside no local desde quando o condomínio foi entregue, informa que os postes foram colocados “como enfeite” para deixar o local com aparência de pronto. A inauguração do Vida Nova I, em dezembro de 2017, contou com a presença do então presidente Michel Temer.

“Ficaram enrolando para terminar a obra e aí quando apareceu uma data para o presidente vir, fizeram tudo na correria. Sabe quando você coloca uma coisa de enfeite? Aqui foi a mesma coisa. Quiseram deixar bonito para a inauguração e mostrar para o presidente que estava tudo pronto, mas depois da festa nunca mais apareceram para fazer a instalação elétrica”, desabafa a moradora.

Ela informa que já reclamou nas secretarias de Obras e Habitação reivindicando providências, mas não nunca foi atendida.

Sem a iluminação, os moradores encontram dificuldades para atividades à noite no condomínio. “Saio com o meu cachorro à noite e fico incomodada com essa situação. E não sou só eu. É complicado para todo mundo”, diz.

Segundo ela, a situação só não é mais grave porque os postes do condomínio vizinho, o Vida Nova II, refletem e jogam um pouco de luz sobre a escuridão do Vida Nova I. “Se não fosse por isso seria ainda pior”, relata a moradora, detalhando que a avenida às escuras é caminho obrigatório para o acesso aos blocos.

PREFEITURA. A Prefeitura informou, em nota, que acionou a CEF (Caixa Econômica Federal) e a construtora responsável pela obra para que providenciem a instalação de luz e assim resolvam o problema. Ela não deu estimativa de prazo para que isso aconteça.

Ainda na nota, a administração também informa que, no caso de haver lâmpadas queimadas, a manutenção é competência do condomínio, por se tratar de um problema interno.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora