25 de janeiro de 2021 Atualizado 22:21

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

COVID-19

‘População pode vacinar sem medo’, diz secretário de Saúde de Americana

Danilo Carvalho de Oliveira defende eficácia da CoronaVac e traça meta de 100% da população vacinada

Por André Rossi

13 jan 2021 às 19:26 • Última atualização 13 jan 2021 às 20:05

O secretário de Saúde de Americana, Danilo Carvalho de Oliveira, defendeu a eficácia da CoronaVac, a vacina produzida pelo Instituto Butantan, que deve ser utilizada em Americana na primeira fase do plano de vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19).

O planejamento do município foi detalhado durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (13) no Auditório Villa Americana, no Paço Municipal. O plano ainda pode ter alterações, a depender, por exemplo, de determinações do governo federal. 

Secretário de Saúde concedeu entrevista nesta quarta para explicar esquema de vacinação em Americana – Foto: Ernesto Rodrigues / O Liberal

No momento, Americana segue a programação traçada pelo Governo do Estado. A imunização está prevista para ter início em 25 de janeiro. Na primeira etapa, que vai até 22 de março, serão vacinados os profissionais de saúde e idosos com 60 anos ou mais. No total, o grupo inclui 35.738 pessoas.

“O que eu te digo, enquanto profissional de saúde e doutor em saúde pública: [a vacina] é preconizada para uso, a população pode vacinar sem medo, com segurança. A vacina já tinha mostrado que é segura, agora mostrou que é eficaz”, afirmou Danilo.

O secretário aponta que a percepção é baseada em relatórios sobre a CoronaVac que foram divulgados pelo Instituto Butantan e artigos de especialistas. No entanto, Danilo ressalta que a vacina ainda precisa ser aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que deve definir a aprovação ou não no próximo domingo (17).

A eficácia geral da CoronaVac é de 50,38%. A taxa mínima exigida pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) é de 50%. O índice dela sobe para 78% em casos leves e 100% em situações moderadas e graves.

O secretário pondera que, quanto menor a eficácia, maior a necessidade de pessoas serem imunizadas. “Para que a gente tenha a imunidade de rebanho”, explicou Danilo.

A divulgação sobre o percentual de vacinados em Americana será feita diariamente pela secretaria de Saúde. O chefe da pasta reforça o apelo para que a população se vacine e não descarta realizar busca ativa caso os índices fiquem abaixo do esperado durante o período.

“Você não tem noção do que é uma pessoa entubada, com coronavírus, numa UTI. O apelo, enquanto profissional de saúde, gestor em saúde e cidadão: vacinem-se. É só através da vacinação em massa, beirando próximo aos 100%… a meta em Americana é imunizar 100%”, disse o secretário de Saúde.

Publicidade