02 de dezembro de 2020 Atualizado 08:38

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Polícia Militar

Perseguição acaba em acidentes em Americana

Motorista não respeitou ordem de parada da PM e chegou a bater o carro duas vezes, nas avenidas Brasil e Campos Sales, antes de ser detido

Por Paula Nacasaki

20 nov 2020 às 09:51 • Última atualização 20 nov 2020 às 16:33

Um empresário de 40 anos mobilizou as forças policiais e acabou detido na noite desta quinta-feira (19) após desobedecer ordem de parada da PM (Polícia Militar) e fugir por diversas ruas de Americana.

Os policiais fizeram o acompanhamento do veículo e o motorista só parou o carro após bater por uma segunda vez em um outro carro na Avenida Campos Sales.

Motorista tentou fugir da PM e acabou causando dois acidentes na cidade – Foto: Ciete Silvério_22.12.2008

O homem é suspeito de dirigir o carro que estaria envolvido em outra ação criminosa. Não foi informado, porém, o delito em questão.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta de 22h, a PM foi informada de que um carro envolvido em um outro crime estaria circulando na região do Campo Limpo, então durante averiguação, os militares viram o veículo com as mesmas caraterísticas na Rua Orlando Dei Santi. Foi dado sinal de parada, o que não foi obedecido pelo condutor.

Com a negativa iniciou-se o acompanhamento do carro por diversas ruas de Americana até que na Avenida Brasil o comerciante bateu o carro em um veículo. No entanto, o acidente não conteve o motorista que continuou a fugir.

Momentos depois, na Avenida Campos Sales, perto do cruzamento com a Rua José de Alencar, o homem bateu seu carro pela segunda vez em outro veículo. No utilitário estava o empresário e uma mulher. Após a colisão eles ainda tentaram fugir a pé, mas foram contidos pelos policiais.

A passageira foi encaminhada ao pronto-socorro depois de sentir dores abdominais, assim como uma passageira de um dos veículos envolvidos na colisão.

Já o empresário apresentava sinais de embriaguez e foi levado à delegacia de Americana. Ele foi liberado após prestar depoimento e será investigado.

O caso foi registrado como desobediência, embriaguez ao volante e acidente de transito.

Publicidade