23 de outubro de 2020 Atualizado 08:25

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Eleições 2020

Pela primeira vez, mulheres concorrem à Prefeitura de Americana

Caso confirmadas todas as candidaturas, a eleição de 2020 também será a com mais candidatos para o posto máximo do Executivo

Por André Rossi

20 set 2020 às 08:14 • Última atualização 16 out 2020 às 10:07

Pela primeira vez na história, Americana terá mulheres concorrendo para o posto de prefeita. Caso confirmadas todas as candidaturas, a eleição de 2020 também será a com mais candidatos para o posto máximo do Executivo.

A vereadora Maria Giovana Fortunato (PDT), a ex-vereadora Lurdinha Ginetti (PT) e a fisioterapeuta Talitha De Nadai (PSD) oficializaram suas candidaturas na última semana.

A petista considera um avanço ter três mulheres disputando o cargo. “É importante sim ter mulheres e é importante analisar e o perfil e a luta de cada uma. Porque se não, fazer política tal qual os homens também fazem, não faz diferença”, disse Lurdinha.

Talitha também destacou o avanço em relação à presença feminina na disputa e acredita que seria benéfico ter uma mulher no principal cargo público da cidade.

“Eu acho muito importante a participação da mulher na política. Primeiro pelo nosso jeito de ver as coisas, de uma forma diferente dos homens. Eu como mãe, e as outras candidatas acredito que também, a gente tem esse olhar de muito carinho e muito cuidado com as pessoas”, comentou Talitha.

Além das mulheres, seis homens foram confirmados na disputa, o que totaliza nove candidatos. É o maior número desde a redemocratização.

São eles: Adriano de Oliveira (PSOL), Alfredo Ondas (MDB), Chico Sardelli (PV), Luiz Antonio Crivelari (PSL), Marco Antonio Jorge Alves, o Kim (Solidariedade) e Rafael Macris (PSDB).

Publicidade