Parque Uga-Uga deve ficar pronto em fevereiro de 2019

Espaço na Avenida Raphael Vitta, em Americana, terá trilhas, playground com brinquedos sustentáveis e praça de apoio aos visitantes


Vídeo:

Uma área de 100 mil metros quadrados – tamanho equivalente ao Parque Ecológico – na região central de Americana será transformada em parque. O local vem sendo chamado de Parque Natural Urbano Uga-Uga. A prefeitura já começou a mexer no espaço e a previsão é de que as obras no local sejam concluídas até fevereiro do ano que vem.

O objetivo do projeto, além de criar um espaço de lazer e contemplação da natureza, é preservar a área, alvo de queimadas e usada frequentemente como descarte irregular de resíduos.

O novo parque fica numa APP (Área de Preservação Permanente) na Avenida Raphael Vitta. O local possui nascentes, abriga árvores nativas e diversas espécies de aves e pequenos mamíferos (veja ao lado). Segundo o secretário de Meio Ambiente, Odair Dias, as obras serão feitas de forma a preservar as características naturais do espaço. “Mexeremos no trecho considerado de interesse comum e mesmo assim causando o mínimo de interferência possível”, garante.

Foto: Editoria de Arte / O Liberal
Parque Uga-Uga

A Prefeitura iniciou há cerca de duas semanas a demarcação e abertura das trilhas. Foram abertos cerca de 600 metros lineares, de um total de dois quilômetros. Mais 15 dias, segundo o secretário, e esta etapa estará concluída. O passo seguinte será colocar o piso de saibro em toda a extensão.

“Começamos o trabalho pela parte interna do parque. Após as trilhas, começam a ser confeccionados os brinquedos. Eles serão feitos manualmente e de forma artesanal, usando materiais da própria natureza”, detalha.

De acordo com o secretário do Meio Ambiente, o Uga-Uga irá contar também com base para grupos de escoteiros e praça de apoio com quiosques e sanitários. A primeira etapa prevê ainda o calçamento e cercamento com alambrado de uma área com 1,2 mil metros de extensão.

Conjunto

A instalação do parque envolve vários setores da prefeitura. No início do mês, representantes da Unidade de Trânsito, do DAE (Departamento de Água e Esgoto), Gama (Guarda Armada Municipal de Americana) e Comdema (Conselho Municipal de Meio Ambiente) visitaram a área junto com a Secretaria de Meio Ambiente para estudar a sequência dos serviços a serem feitos no local.

Segundo o secretário Odair Dias, o videomonitoramento será à distância e a sua implantação é vista como necessária para coibir atos de vandalismo.

Foto: Caleb Araújo / Divulgação
Local onde será a entrada principal do parque

‘Descoberta’de fotógrafo aconteceu há dez anos

Onde muitos viam uma área tomada pelo mato, o fotógrafo Caleb Homem de Mello Araújo enxergou uma área verde rica em fauna e flora. A descoberta ocorreu em 2008 e desde então ele é frequentador assíduo do espaço, já tendo registrado cerca de 60 espécies diferentes de aves e pequenos animais.

“Descobri a área por acaso, em 2008. Frequento o lugar e várias vezes levo minha filha. As pessoas não têm ideia do potencial dessa área para observar espécies em seu habitat natural. E tudo isso em plena região central”, avalia. Seu conhecimento sobre a área ajudou na definição do trajeto da trilha e permitiu que as espécies que habitam o espaço fossem documentadas em fotos e vídeo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora