Parque Ecológico anuncia cobrança de estacionamento

Gerenciamento será feito pela empresa que já cuida do sistema da bilheteria e cobrança começará em março


A partir de março o Parque Ecológico de Americana começará a cobrar R$ 10,00 pelo estacionamento. A informação é do secretário de Cultura e Turismo, Fernando Giuliani. Segundo ele, no final de fevereiro a prefeitura dará início às remodelações no trânsito do entorno para adequá-lo ao novo sistema. Atualmente, embora seja fechado por alambrado, o acesso é livre e acaba sendo comum a presença de flanelinhas no local.

O gerenciamento do estacionamento será feito pela empresa 3A Multimídia e Sistemas, que já responde pelo controle da bilheteria. Desde fevereiro do ano passado, o público paga também pela entrada. O ingresso custa R$ 4,00. Giuliani informa que a nova cobrança já estava prevista no contrato com a empresa. Caberá a ela, inclusive, a instalação das catracas e cancelas necessárias para o controle de acesso.

Foto: João Carlos Nascimento - O Liberal
A cobrança também acabará de vez, segundo o secretário, com a presença de flanelinhas no local

A definição do valor a ser cobrado foi feita pelo conselho gestor do parque. Segundo o secretário de Turismo, o órgão se baseou no que é cobrado por outros zoológicos de porte igual ao de Americana e também no valor praticado por estacionamentos particulares próximos ao local. Os R$ 10,00 incluem seguro do veículo e darão direito a permanecer na vaga durante todo o período de funcionamento do parque. Ele abre ao público das 8 às 16 horas. O dinheiro arrecadado com a cobrança será investido no complexo que envolve também o Jd. Botânico. Ainda existe um estudo para que o estacionamento seja gratuito um dia por mês para moradores de Americana.

Na avaliação de Giuliani, a cobrança não deve impactar na frequência. Ele não acredita que o número de visitantes será reduzido. “Pensamos que isso fosse acontecer quando teve início a cobrança de ingresso, mas não aconteceu. Agora vai ser a mesma coisa”. O secretário destaca que 80% dos frequentadores são de outras cidades. “Muitos estão acostumados a pagar pelo estacionamento em outros zoológicos”.

O secretário ressalta que a cobrança do estacionamento reforçará a receita e permitirá a execução de mais benfeitorias. Ele cita que várias melhorias já estão acontecendo, como a reforma dos recintos e a melhora no padrão de proteção, a reinauguração da praça de alimentação e a construção de novos banheiros. “Estamos empenhados em oferecer o máximo de conforto possível aos visitantes”.

A cobrança também acabará de vez, segundo o secretário, com a presença de flanelinhas no local. Ontem, dois deles permaneceram o dia todo no estacionamento abordando os visitantes e não se intimidaram nem mesmo com a presença de uma viatura da Polícia Militar que passou pela área. De acordo com Giuliani, atualmente é difícil barrar e impedir que atuem ali. “Quando a presença deles é notada, a Gama é acionada. Quando a viatura chega, eles se movimentam e saem, mas acabam retornando em seguida”.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!