29 de setembro de 2020 Atualizado 22:58

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Pandemia faz visitas a cemitérios caírem no Dia dos Pais

Funcionários dos cemitérios de Americana apontaram uma redução de 50% no número de visitantes neste domingo

Por Paula Nacasaki

09 ago 2020 às 16:46 • Última atualização 09 ago 2020 às 17:02

Diferente dos últimos anos, os cemitérios de Americana registraram uma redução no número de visitantes durante este domingo, data em que é lembrado o Dia dos Pais. Funcionários acreditam que a pandemia do novo coronavírus tenha desacelerado as visitas neste domingo.

O LIBERAL esteve nesta tarde nos cemitérios Parque Gramado e da Saudade, em Americana, e notou que foi cumprida a determinação da prefeitura em não autorizar a comercialização de produtos ou alimentos. Funcionavam apenas lojas de flores.

Segundo funcionários, houve uma queda de 50% no número de visitantes – Foto: Paula Nacasaki / Grupo Liberal

Funcionários do Cemitério Parque Gramado apontaram uma redução de até 50% no número dos visitantes em comparação ao Dia dos Pais do ano passado.

Afirmaram também que todos os visitantes usavam máscaras. “Desse portão não passou ninguém sem máscara”, relatou um dos colaboradores que não quis ter seu nome divulgado.

No Cemitério da Saudade, comerciantes falaram em uma redução de 40% de visitantes no campo santo. “Eu acho que o pessoal está com medo do coronavírus”, contou um florista.

Comerciantes acreditam que a pandemia tenha deixado as pessoas com medo de irem ao cemitério – Foto: Paula Nacasaki / Grupo Liberal

A Prefeitura de Americana foi questionada sobre a quantidade de visitantes deste ano e do ano passado, mas informou que a administração não costuma fazer esse balanço. Santa Bárbara d’Oeste foi procurada, mas não respondeu.

Cuidados
As prefeituras da RPT (Região do Polo Têxtil) determinaram que os campos santos funcionem com horário reduzido e com ações para evitar aglomerações, além da disponibilização do álcool em gel.

Publicidade