10 de maio de 2021 Atualizado 19:24

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Pandemia e religião são temas de live com médicos e religiosos nesta quarta

Transmissão ao vivo inicia às 19h30, com a presença do dr. Romar William Culien Dellapiazza e do pastor Ailton Gonçalves Dias Filho

Por Isabella Holouka

21 abr 2021 às 16:30 • Última atualização 21 abr 2021 às 16:33

A APM (Associação Paulista de Medicina) promove na noite desta quarta-feira (21) um webinar com o tema “Pandemia de Covid-19 e Religião”. A programação traz médicos e representantes de diferentes crenças religiosas, e terá a apresentação do dr. Romar William Culien Dellapiazza, diretor da 14ª distrital da APM, em Americana.

A transmissão gratuita e ao vivo pelo Youtube tem início previsto às 19h30 e também conta com a participação, como palestrante convidado o pastor Ailton Gonçalves Dias Filho, ex-secretário de Ação Social de Americana, graduado em Teologia e mestrado em Ciências da Religião.

Pandemia e religião é tema de webinar com médicos e religiosos nesta quarta-feira – Foto: Divulgação

Também estarão à frente da apresentação do webinar o prof. dr. José Luiz Gomes do Amaral, presidente da APM; o prof. dr. Claudio Luiz Lottenberg, presidente do Conselho Deliberativo da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein; o prof. dr. Luiz Eugênio Garcez Leme, vice-presidente da APM; e o prof. dr. Riad Younes, professor livre docente da USP (Universidade de São Paulo).

Como convidados, além do pastor Ailton, haverá ainda o Sheikh Jihad Hassan Hammadeh, vice-presidente da UNI (União Nacional das Entidades Islâmicas); o rabino dr. Ruben Sternschein, rabino da CIP (Congregação Israelita Paulista); e o padre Anísio Baldessin, padre da Ordem de São Camilo, formado em Filosofia pela Unifi.

Segundo a sinopse do evento, os convidados irão discutir como a religião pode auxiliar as pessoas diante dos sacrifícios impostos pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), abordando questões como perdas, solidão, depressão e tristeza. A ideia é mostrar maneiras de encarar tais desafios através da fé.

Publicidade