11 de agosto de 2022 Atualizado 19:52

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Omarzinho é suspeito de agredir motorista de transporte escolar

Caso ocorreu perto de Teatro Municipal Lulu Benencase, onde o empresário mora

Por Cristiani Azanha

04 de julho de 2022, às 17h46 • Última atualização em 04 de julho de 2022, às 17h47

Um motorista de 68 anos, da empresa Sancetur, concessionária do transporte em Americana, foi agredido com socos, pedradas e coronhadas com revólver, na manhã desta segunda-feira, perto do Teatro Municipal Lulu Benencase, em Americana. O suspeito é o empresário Abdo Omar Najar Neto, que também teria exibido uma arma. Quando a PM (Polícia Militar) chegou, ele já tinha saído. O caso foi registrado como agressão.

A vítima relatou à polícia que aguardava a saída da formatura das crianças do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência), quando Omarzinho teria saído de sua casa alterado, gritando e ameaçando.

Omarzinho teria sido reconhecido por testemunhas – Foto: Arquivo / O Liberal

De acordo com a PM, quando os policiais chegaram ao local foram informados que o motorista chegou a manobrar o ônibus para liberar mais espaço para a garagem, quando o empresário passou a agredi-lo na cabeça.

Algumas pessoas que estavam nas imediações pediram para que ele parasse de agredir o idoso, mas ele continuou e apontou a arma de fogo em direção a elas. Todas saíram do local e em seguida a polícia foi acionada.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Quando os PMs chegaram, o suspeito já tinha saído e não foi localizado. A vítima tinha escoriações no cotovelo, mão direita, na orelha direita, e na parte frontal da cabeça, porém negou atendimento e alegou que posteriormente iria ao médico.

A polícia identificou uma testemunha que teria presenciado as agressões e também teria sido ameaçada pelo suspeito. Ela forneceu mais detalhes sobre ocorrido à PM. As circunstâncias sobre as agressões serão apuradas pela Polícia Civil.

Publicidade