Omar será convidado a prestar depoimento na CEI da Saúde

Prefeito de Americana será convidado a esclarecer denúncias como quarteirização da saúde, suposta máfia branca e plantões fantasmas de médicos


Diante de denúncias feitas contra o prefeito Omar Najar (MDB), a CEI (Comissão Especial de Inquérito) da Saúde, na Câmara de Americana, deliberou nesta terça-feira pelo convite ao Chefe do Executivo para depor no dia 4 de julho. Dentre as denúncias estão a quarteirização da saúde de Americana, suposta máfia branca e plantões fantasmas.

Pelo regimento, a CEI não tem poder para convocá-lo, mas só convidá-lo. Caso ele recuse, os vereadores devem estudar uma maneira legal para fazer a convocação. Como de praxe desde o início da comissão, o prefeito se calou sobre as novas acusações feitas nesta terça-feira e não respondeu ao LIBERAL se prestará depoimento porque não foi notificado oficialmente.

Foto: Facebook / Reprodução
Maria Giovana Fortunato (PC do B) afirmou que os depoimentos foram úteis para confirmar algumas denúncias

A ex-secretária do prefeito Omar Najar e ex-assessora comissionada do ex-secretário de Saúde, Nilton Lobo, Mariana Zamariola, prestou depoimento à CEI da Saúde nesta terça-feira. Ela afirmou ter existido interferência externa em decisões do prefeito para demiti-la e que a mesma interferência, teria motivado “perseguição” de Omar a Lobo e à OS Plural.

Na segunda-feira, outras seis pessoas também foram ouvidas pela comissão. De acordo com a presidente da comissão, Maria Giovana Fortunato (PC do B), os depoimentos foram úteis para confirmar algumas denúncias. “As falas afirmam algumas denúncias que já aconteceram na CEI, como os ‘plantões fantasma’ e o que a gente chama de quarteirização, que é o pagamento de médicos por meio da conta de outros médicos”, explicou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!