26 de setembro de 2020 Atualizado 21:48

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Americana

Omar entrega troca de subadutora da Campos Sales

DAE conclui substituição da tubulação da avenida, que estourou pelo menos 14 vezes neste ano

Por André Rossi

30 jul 2020 às 19:45

O prefeito de Americana, Omar Najar (MDB), entregou nesta quinta-feira (30) a substituição da subadutora da Avenida Campo Sales e a revitalização do Sistema de Reservação CR02, no Jardim Girassol.

A cerimônia foi transmitida pelo Facebook por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Omar durante entrega da obra: “gratificante” – Foto: Susy Coutinho / Prefeitura de Americana

A prefeitura investiu R$ 1,1 milhão para substituir 1,1 mil metros da tubulação da Avenida Campo Sales. Apesar de não ser considerada uma rede “antiga”, com 22 anos, o material apresentava fadiga e era suscetível a rupturas.

Conforme noticiado pelo LIBERAL, a subadutora rompeu pelo menos 14 vezes somente neste ano. Uma avaliação feita pelo DAE (Departamento de Água e Esgoto) apontou que a estrutura tinha defeitos de fabricação.

A substituição teve início em abril e foi feita pela empresa Colinea. Um sistema de raio-x foi utilizado para determinar os melhores pontos para passagem da rede.

De acordo com o superintendente do DAE, Carlos Cesar Gimenez Zappia, a obra reforça a estrutura da região. A revitalização do CR02 também vai auxiliar no abastecimento.

“Essa adutora que apresentou tantos problemas durante anos, fez muitas pessoas sofrerem e, por isso, foi motivo sempre de muita cobrança do nosso prefeito. E essa unidade aqui é histórica, foi a primeira ETA (Estação de Tratamento de Água) de Americana. A Unidade foi construída pelo ex-prefeito Abdo Najar, e a agora estamos devolvendo à população remodelada, com grande qualidade”, afirmou Zappia.

O projeto do sistema de reservação incluiu  a troca e modernização da iluminação de operação e segurança, substituição e recuperação de conjuntos motobombas, troca de painéis elétricos e comando de operação, recuperação das estruturas civis, além de pintura completa da unidade.  

“Eu fico muito feliz, pois já na década de 70 era um dos objetivos do meu pai pensar no abastecimento de água aqui de Americana. É muito gratificante saber que todos, também a população, entenderam a situação e o processo pelo qual passamos para recuperar a Campos Salles” , comentou Omar.

Publicidade