21 de outubro de 2020 Atualizado 11:29

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Eleições 2020

Omar desiste de tentar disputar a reeleição em Americana

Prefeito buscava parecer jurídico que lhe desse condições de concorrer, mas diz que não está disposto a entrar numa “batalha jurídica”

Por André Rossi

16 jun 2020 às 15:09 • Última atualização 16 out 2020 às 10:48

O prefeito de Americana, Omar Najar (MDB), disse ao LIBERAL nesta terça-feira (16) que desistiu de tentar disputar a reeleição neste ano. O político buscava um parecer jurídico que lhe desse condições de concorrer ao pleito, mas não está disposto a se “meter em batalha jurídica”.

Neste cenário, o MDB escolheu o vereador Alfredo Ondas como pré-candidato a prefeito. A definição aconteceu nesta segunda-feira (15) após reunião com a Executiva da legenda.

Omar tentava buscar um parecer jurídico que o liberasse para disputar uma nova eleição – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal_10.2.2020

“Eu não vou me meter em batalha jurídica, não tenho interesse nisso, não. O partido teria que lançar um candidato. Se ele [Ondas] se dispôs, ótimo, bem-vindo. A gente respeita todos os nomes. O Ondas é uma boa pessoa, não tenho nada contra”, comentou Omar.

O emedebista foi eleito em 2014 para um mandato-tampão após a cassação de Diego De Nadai (sem partido). Na sequência, venceu a eleição de 2016 para um mandato regular. Em março deste ano, Omar confirmou que era pré-candidato a prefeito.

Na época, dois especialistas em direito eleitoral ouvidos pela reportagem entendiam que a candidatura seria uma segunda tentativa de reeleição, o que é vedado pela legislação.

Nesta terça-feira, Omar afirmou que não há nenhuma novidade sobre o parecer jurídico que permitira sua candidatura.

“Infelizmente aqui no Brasil cada juiz é uma sentença diferente da outra. Não tenho tempo para isso mais, pela minha idade inclusive. Para ficar discutindo parte jurídica. Se fosse possível eu seria [candidato] porque acho que tem muita coisa para ser feita ainda que está em andamento”, afirmou Omar.

O prefeito espera que quem vencer em outubro dê continuidade ao trabalho que ele vem desenvolvendo na cidade. “Tem muitas pendências ainda, processos que vem da outra administração. Enfim. A pessoa que entrar tem que ter a consciência disso”, alertou.

Podcast Além da Capa
A pandemia do novo coronavírus completa três meses com a certeza de representar o maior desafio da carreira de gestores públicos em saúde, como é o caso dos secretários que atuam em cidades da região. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com os responsáveis pelas pastas em Americana, Santa Bárbara e Nova Odessa sobre a experiência forjada pela crise.

Publicidade