14 de setembro de 2021 Atualizado 13:38

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Mulher pede socorro por WhatsApp e agressor é preso em Americana

Ele foi preso por descumprir uma medida protetiva, que prevê uma distância mínima de pelo menos 500 metros da vítima

Por Paula Nacasaki

14 set 2021 às 13:38

Mulher mandou mensagem com localização para o número de WhatsApp da Gama - Foto: Divulgação - Gama

Um homem de 34 anos foi preso em Americana nesta segunda-feira (13), após a sua ex-companheira pedir socorro por WhatsApp aos guardas municipais. Contra ele havia uma medida protetiva.

Segundo informações da Gama (Guarda Municipal de Americana), por volta de 10h45, o homem passou na casa da ex-mulher com sua motocicleta para levá-la até o escritório do advogado que cuidava da separação.

Os dois se dirigiram para o escritório e o profissional não estava no local. Depois disso, eles retornaram para o veículo.

No trajeto, em determinado momento, a mulher de 30 anos suspeitou do caminho e na garupa da moto mandou mensagens de socorro para o WhatsApp da Gama, que possui o programa Fiscaliza Cidadão.

Os guardas receberam as mensagens e localização da vítima. Sem saber do pedido de socorro, o homem parou a moto em uma oficina na Avenida Comendador Lisio Bertone, no Jardim Helena, quando foi abordado pelos patrulheiros.

Ele foi levado até a delegacia de Americana e preso por descumprir uma medida protetiva, que prevê uma distância mínima de pelo menos 500 metros entre agressor e vítima.

Fiscaliza Cidadão: é um projeto em que as pessoas podem fazer denúncias sobre diversas irregularidades por meio do WhatsApp. O número é o 3461-8631

Publicidade