29 de junho de 2022 Atualizado 12:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Economia local

Movimento em hotéis aumenta com retomada de negócios e Festa do Peão

Evento costuma reunir, em dez dias de programação, cerca de 350 mil visitantes de várias regiões

Por Ana Carolina Leal

15 de maio de 2022, às 08h43

CIDADES – gerente Gabriela com fundo do hotel ou algo que remeta ao hotel. Matéria fala sobre aumento das ocupações (5).JPG - Foto: Claudeci Junior

Um dos mais afetados pelo home office e pelas restrições da pandemia da Covid-19, os hotéis de Americana estão em ritmo de retomada das ocupações, principalmente com a proximidade da Festa do Peão, que acontece entre os dias 10 e 19 de junho. O evento costuma reunir, em dez dias de programação, cerca de 350 mil visitantes de várias regiões do Estado e até de fora do país.

Em alguns hotéis entrevistados pelo LIBERAL, a retomada começou no final do ano passado e desde então tem se intensificado. É o caso do Ibis, no Jardim Bela Vista, cujo foco é o turismo de negócios, com alta demanda de hóspedes com estadias rápidas.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Segundo a gerente Gabriela Alves, o retorno das reuniões e compras de negócios têm contribuído para a volta das ocupações. “Tivemos um aumento bem expressivo em novembro de 2021. De lá para cá, nossa ocupação se mantém estável ou aumenta. Ou é na média de 50% ou pra cima”, afirma.

Gabriela afirma que além do turismo de negócios, a retomada de eventos como casamentos e formaturas têm lotado o hotel nos finais de semana. “No mês de abril, com exceção do dia 16, tivemos mais de 50% de ocupação. Dia 30, por exemplo, foi 100%”, diz.

E a expectativa é ainda maior com a proximidade da Festa do Peão, afirma. “Já aumentamos a equipe e estamos com reserva de 100% para os principais dias da festa”, destaca.

A situação é semelhante no Pluma Hotel, no bairro Conserva. De acordo com o recepcionista Guilherme Gonçalves, desde que flexibilizaram as medidas preventivas, no ano passado, o movimento aumentou cerca de 70%. E se intensificou nesse ano. “E a expectativa é grande porque estamos há menos de um mês do início da Festa do Peão e estamos praticamente com todas as reservas preenchidas, poucos quartos disponíveis”.

No Hotel Florença, na Avenida Cillos, a ocupação tem aumentado desde março, com a retomada do mercado de turismo de negócio e o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras, com exceção dos locais destinados à prestação de serviços de saúde.  “E para a Festa do Peão a procura está sendo grande, porém, ainda temos disponibilidade. Mas sabemos que como o brasileiro deixa para última hora, pode acabar ficando sem apartamento”, alerta a gerente de vendas do hotel, Danúbia Batagello.

Durante a semana, o público-alvo do Florença é corporativo e, aos finais de semana, costuma ser procurado por conta de festas como formaturas e casamentos.

Publicidade