Motoristas da VPT voltam a paralisar transporte em Americana

Segundo informações apuradas pelo LIBERAL junto a funcionários da empresa, parte da frota já voltou para a garagem


Os motoristas da VPT (Viação Princesa Tecelã) voltaram a paralisar o transporte público urbano em Americana na manhã desta sexta-feira (9). Segundo informações apuradas pelo LIBERAL junto a funcionários da empresa, parte da frota já voltou para a garagem. A decisão da paralisação, porém, fica a cargo de cada motorista, que pode aderir ou não ao movimento.

O que motivou a nova paralisação foi um desencontro de informações. A VPT informou nesta quinta-feira que havia uma reunião agendada com o prefeito Omar Najar (MDB) para discutir a situação da empresa e do cenário atual do transporte. Pela manhã, os motoristas foram informados que a reunião teria sido cancelada por parte da prefeitura e, por isso, decidiram recolher a frota de ônibus.

No entanto, a Prefeitura de Americana informou ao LIBERAL que não havia nenhuma reunião confirmada para hoje, portanto não teria como ter sido cancelada.

Na reunião, segundo representantes da Princesa Tecelã, seria discutida a situação da empresa e serviria para apresentar uma proposta para o pagamento das verbas rescisória dos funcionários. A VPT deixa de atuar no transporte público urbano de Americana em 1º de dezembro, quando a Sancetur irá assumir o serviço.

Em nota, a VPT reforça que tinha agendado a reunião e que o encontro foi desmarcado na noite de quinta-feira pelo secretário de Negócios Jurídicos, Alex Niuri. “O secretário colocou a possibilidade da reunião acontecer na próxima terça-feira (13), porém o gerente reforçou a necessidade da urgência da reunião, dada a gravidade da situação e a preocupação dos funcionários. Situação plenamente compreendida pelo secretário, que ficou de verificar uma nova agenda”, trouxe a nota.

O Sindicato dos Condutores de Americana e Região confirmou o cancelamento da reunião e a prefeitura não tinha se manifestado sobre a nova paralisação até a publicação desta reportagem.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!