Motorista bate em árvore e recusa bafômetro

Viatura da PM estava estacionada no local quando caminhonete em alta velocidade tentou conversão na Avenida de Cillo


Um comerciante de 42 anos bateu sua caminhonete contra uma árvore no acesso da Avenida de Cillo pela Rua Gonçalves Dias, no Jardim São José, em Americana, na madrugada desta sexta-feira (29). O motorista tentou deixar o local, foi abordado pela PM (Polícia Militar) e recusou-se a fazer o teste do bafômetro.

O LIBERAL quer saber sua opinião sobre o nosso portal. Acesse o questionário online e nos ajude a melhorar. CLIQUE AQUI PARA RESPONDER A PESQUISA.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 00h30, uma viatura da PM estava estacionada na Avenida de Cillo quando uma caminhonete Amarok apareceu em alta velocidade na Rua Gonçalves Dias. Ao tentar acessar a avenida, o motorista se perdeu e colidiu com uma árvore do canteiro.

Foto: André Rossi / O Liberal
Após colisão, motorista deu ré e andou cerca de 800 metros até ser abordado pela PM

Mesmo com o automóvel danificado, o homem deu ré e andou cerca de 800 metros até ser abordado pela PM na Rua Juvêncio de Almeida. Nada de ilícito foi encontrado com ele, porém os policiais teriam percebido sinais de embriagues, como “forte odor etílico, andar cambaleante, fala desconexa e olhos avermelhados”.

O comerciante, que é morador da cidade de Piracicaba, se recusou a fazer o teste do bafômetro. Com isso, ele acabou encaminhado ao Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi para realizar o exame de sangue para posterior averiguação.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora