Morre o médico Otávio Fukushima, aos 76 anos

Médico ginecologista e obstetra em Americana, ele também era orquidófilo; morte ocorreu neste sábado, por conta de um aneurisma abdominal


O médico e orquidófilo Otávio Taiyou Fukushima, de Americana, morreu neste sábado (9), aos 76 anos. A causa da morte foi um aneurisma da aorta abdominal, que se rompeu.

Segundo Fabiana Bono Fukushima, filha dele, o médico estava internado desde a última quinta-feira (7) na Unimed, onde passou por três cirurgias. A última delas aconteceu neste sábado, às 14 horas. Durante o procedimento, ele não resistiu, de acordo com Fabiana.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Médico Otávio Fukushima morreu aos 76 anos neste sábado

A filha contou que Otávio já tinha esse problema há anos. “Mas ele não queria dar trabalho para ninguém, então preferiu que, quando chegasse a hora dele, ele fosse”, disse.

O velório tem início às 19h30 deste sábado na sede da AMA (Associação Médica de Americana, na Avenida Brasil, 1.390, com entrada pela Rua Peru, no bairro Frezzarin. O sepultamento será Pas 10h30 de domingo (10), no Cemitério da Saudade, também em Americana.

Otávio construiu uma carreira de sucesso na cidade como médico ginecologista e obstetra, tendo seu consultório localizado na Vila Santa Catarina há muitos anos, mas também cultivava orquídeas há 15 anos e chegou a ser homenageado pelo Círculo Americanense de Orquidófilos na 46ª Exposição Nacional de Orquídeas de Americana, em 2016.

“Que Deus te receba de braços abertos! Somos gratos por tudo o que você fez por nós! Somente lembranças lindas ficaram gravadas em nossos corações”, publicou Fabiana no Facebook.

Além dela, Otávio tem outros três filhos: Fernanda, Fabíola e Rodrigo. Ele ainda deixa a esposa Marli Fukushima, que também é médica.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!