10 de julho de 2020 Atualizado 22:37

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

DESABASTECIMENTO

Moradores relatam torneira seca em 14 bairros de Americana

Questionado pelo LIBERAL sobre os motivos do desabastecimento, o DAE de Americana apenas afirmou que vai verificar

Por George Aravanis

12 mar 2020 às 07:59 • Última atualização 12 mar 2020 às 11:25

A falta d’água tem atingido ao menos 14 bairros de Americana nos últimos dias, segundo relatos de moradores. O problema, que em alguns casos é antigo, se intensificou semana passada, afirmam alguns deles.

Questionado pelo LIBERAL sobre os motivos do desabastecimento, o DAE (Departamento de Água e Esgoto) apenas afirmou que vai verificar.

As reclamações vieram do São Luiz, Praia Azul, Jardim Paulistano, Campo Limpo, Jardim América, Werner Plaas, Jardim Brasil, Ipiranga, Parque Novo Mundo, Frezzarin, Residencial Jacyra, Jardim São Paulo, Boa Vista e Zanaga. A administradora Raquel Ruiz, de 38 anos, moradora do Jardim América, contou que a água tem chegado de madrugada e acabado às 7 horas. “A água veio terça-feira por duas horas e não subiu no reservatório porque estava muito fraca.”

Raquel está preocupada com a mãe, que fez cirurgia recente. Por causa da situação, a família tem enchido galões e baldes no poço artesiano da região. “Lavando tudo na mão, louça com canequinha, banho com canequinha, está insustentável.”

Morador da Praia Azul, o motoboy Yan Matheus Marques, de 29 anos, afirmou que a torneira tem secado todos os dias à tarde e que a água volta de madrugada há uma semana. Quando liga para o DAE, afirma, a resposta é a mesma. “Eles falam que a água não acabou, que eles não estão sabendo de nada.”

Uma moradora do Jardim Brasil, que pediu para não ser identificada, conta que tem adaptado toda sua rotina aos horários em que a água chega.

De acordo com ela, o problema é antigo, mas antes o desabastecimento durava cerca de seis horas por dia. Desde domingo, a situação piorou. O fornecimento tem sido interrompido às 10 horas e retornado às 5 horas do dia seguinte. “Voltou 5h30, coloca pra encher a máquina, dá uma batida, pronto, já acaba”, diz. Ao ligar para o DAE, ela recebeu a informação de que o reservatório da região está com o nível baixo.

Frezzarin

Uma subadutora de água localizada no cruzamento entre as ruas Vital Brasil e Chile, no bairro Frezzarin, em Americana, estourou na manhã desta quarta-feira (11) e fez com que uma parte do asfalto cedesse. Os moradores da região chegaram a ter falta de água por conta do problema.

Troca

Nesta quarta-feira, o LIBERAL mostrou que o DAE de Americana quer trocar a adutora da Avenida Europa e parte da tubulação do São José, na região da Praia Azul. As áreas foram afetadas ao longo dos anos pelo excesso de impacto na malha viária e pela expansão do bairro, respectivamente. A expectativa é de que as obras sejam realizadas ainda no primeiro semestre.

Antes dessas duas intervenções, porém, o DAE vai trocar a adutora da Avenida Campos Salles, que já teve seis rompimentos somente neste ano, e que levaram à interrupção do abastecimento em algumas regiões da cidade. O pregão presencial acontece no próximo dia 24 e a obra deve levar dois meses para ser concluída.

LIBERAL NAS RUAS: Viu algo de errado no seu bairro? Um buraco na rua, um vazamento ou uma obra parada? Escreva para redacao@liberal.com.br ou envie mensagem para o WhatsApp do LIBERAL, no (19) 99271-2364, clicando aqui.