Moradores relatam problemas na entrega de cartas no Pós-Anhanguera

Atraso de até 20 dias para as correspondências chegarem às residências e, em alguns casos, a não entrega, foram relatos de quem vive no local


Os moradores da região do Pós-Anhanguera, em Americana, reclamam do serviço de entrega de cartas dos Correios nos últimos meses. Atraso de até 20 dias para as correspondências chegarem às residências e, em alguns casos, a não entrega foram relatos de quem vive no local.

A dona de casa Zeneide Caetano, de 53 anos, que mora na Rua dos Abacateiros, no Residencial Vale das Nogueiras, conta que há três meses não recebe cartas em sua casa. Para conseguir pagar as contas em dia, tem que ir uma vez ao mês em uma agência da empresa para retirar os boletos.

Nem sempre, porém, ela encontra as correspondências. Em diversas oportunidades teve que voltar no dia seguinte porquê as cartas não haviam sido separadas. “Minha filha todo mês vai pegar. Ela passou lá e o pessoal disse que tava separando, e no outro dia ela foi lá, ficou meia hora pra poder ser atendida para poder pegar porque tinha bastante gente na fila e só um atendente lá”, disse ao LIBERAL.

Já a aposentada Noeli Ribeiro, moradora da Rua Joracy Camargo, no Antônio Zanaga, até chega a receber as correspondências, mas com atraso de até 20 dias, portanto, depois do prazo de vencimento. Por isso, é obrigada a imprimir cada uma das contas para pagá-las no período estipulado.

Outro lado

Questionado pela reportagem, os Correios afirmam que em alguns locais, como é o caso de Americana, foram identificados problemas na distribuição domiciliária. Disse ainda que realizou ações desde a última semana que regularizaram a entrega de correspondências.

“Os Correios permanecem à disposição da população por meio dos canais oficiais de atendimento da empresa, pelo site www.correios.com.br e pelos telefones 3003 0100 (Capitais e regiões metropolitanas), 0800 725 7282 (Demais localidades)”.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora