21 de outubro de 2020 Atualizado 23:53

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Eleições 2020

MDB registra candidatura de Ondas a prefeito na Justiça Eleitoral

Em entrevista ao LIBERAL, ele disse que venceu uma batalha dentre outras que tem pela frente

Por Leonardo Oliveira

25 set 2020 às 11:25

Para Ondas, o imbróglio o coloca em situação de desigualdade em relação aos outros prefeituráveis - Foto: Divulgação

O vereador Alfredo Ondas (MDB) e o ex-prefeito Erich Hetzl (Podemos) foram inscritos na Justiça Eleitoral como candidatos a prefeito e a vice, respectivamente, para as eleições municipais de novembro, em Americana. O ato ocorre em meio a uma disputa pelo comando do diretório local do partido emedebista.

Ao LIBERAL, o advogado da sigla em Americana, Wilson Gomes, afirmou que esse registro se trata de uma “pré-validação” da chapa. A Justiça Eleitoral ainda terá que analisar se prevalecerá a candidatura de Ondas ou se será formalizado o apoio do partido ao PSDB, como quer o diretório estadual.

“Depois de todos os inscritos é que o tribunal vai analisar todas as documentações para pedir a exigência de algum documento, ou invalidar algumas candidaturas que não tiverem preenchidos os requisitos. É nesse momento que vai ter que dar o ponto final”, informou.

Mesmo tendo perdido o comando do diretório local, a cúpula do MDB na cidade conseguiu cadastrar no sistema online da Justiça Eleitoral a chapa formada por Ondas e Erich. “Nós vencemos uma batalha. Ainda temos outras pela frente. A ideia nossa é realmente que se faça valer os valores básicos da nossa democracia e que a gente possa sair e concorrer”, disse Ondas ao LIBERAL.

Os partidos tem até sábado (26) para apresentarem à Justiça Eleitoral o requerimento de registro de seus candidatos. A partir de domingo está permitida a propaganda eleitora, inclusive na internet. Para Ondas, o imbróglio o coloca em situação de desigualdade em relação aos outros prefeituráveis.

“É como uma disputa de uma corrida de automóveis você largar dos boxes. Mas, afinal de contas, nós acreditamos que as pessoas estão informadas e, no momento oportuno, elas vão aferir [sua candidatura]”.

Além do crivo da Justiça Eleitoral sobre o registro da chapa, Ondas também aguarda pelo julgamento do mérito da ação proposta pelo MDB de Americana para retomar o controle do partido, que hoje está nas mãos do deputado estadual Itamar Borges.

Manifesto. Nesta quinta-feira (24), o pré-candidato a prefeito Crivelari (PSL) foi até a câmara colher assinaturas de outros prefeituráveis para um “manifesto pela democracia”. O documento apoia o direito de Ondas disputar o principal cargo do Executivo com o ex-prefeito Erich Hetzl como vice.

“Foi um gesto muito importante. O que aconteceu conosco causou a repudia de todos os demais. A gente sente no contato com as pessoas que caiu muito mal, que ficou muito ruim, ninguém gostou dessa intervenção”, finalizou Ondas.

Publicidade