Máquina quebra e deixa escolas municipais sem pão

Alimento está sendo substituído por bolos, biscoitos e tortas, de acordo com orientação de nutricionista, afirma o governo


Foto: Marcelo Rocha_O LIBERAL
No Ciep Jaguari, a falta do pão foi percebida na segunda-feira

As escolas municipais de Americana estão sem pão para o lanche dos alunos. O motivo é que o cilindro da máquina que fabrica o alimento para as unidades quebrou, segundo a prefeitura. Uma peça deve chegar até o fim desta semana, de acordo com a administração.

O alimento está sendo substituído por bolos, biscoitos e tortas, de acordo com orientação de nutricionista, afirma o governo. No Ciep Jaguari, a falta do pão foi percebida na segunda-feira. “Deveriam ter uma segunda opção”, diz Tatiane Jacomini, 31, mãe de aluna.

A escola também estava sem feijão desde a semana passada, mas o produto chegou à unidade na tarde de ontem, segundo a prefeitura. No caso do feijão, o problema foi que a empresa responsável não estava conseguindo comprar o produto e houve um atraso de quatro dias na entrega.

De acordo com o governo, como não havia estoque, os alunos ficaram sem. Na unidade, as crianças estudam das 7h30 às 14h40. O caso do feijão foi pontual da escola, informa a prefeitura.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!