Mãe é pega levando maconha ao CDP

A substância foi encontrada durante procedimento de revista; unidade irá investigar se detento tinha conhecimento da droga trazida pela mãe


Uma mulher foi detida por agentes penitenciários ao tentar entrar ao CDP (Centro de Detenção Provisória) de Americana com porção de maconha, na manhã de sábado (22). A mulher foi identificada como sendo mãe de um dos detentos e trazia a substância escondida no fundo de uma sacola.

Segundo informações, é rotina revistar os visitantes e seus pertences justamente para evitar a entrada de material cortante, armas de fogo, dispositivos eletrônicos e entorpecentes na unidade. É comum, também, que os visitantes levem uma sacola com alimentos e roupas para serem entregues ao familiar detido. A unidade de Americana possui ainda raio-x e detectores de metais que são usados no procedimento de revista.

Por volta das 11h, R.G., 48, aguardava entrar ao CDP com outras tantas pessoas. Durante o procedimento de revista, o agente penitenciário encontrou substância semelhante à maconha, envolva em papel (semelhante a um cigarro de maconha), debaixo de recipientes contendo alimentos, no fundo da sacola.

R.G. foi levada a CPJ (Centro de Polícia Judiciária) para esclarecimento do fato. Lá, ela alegou que não tinha conhecimento da droga em sua sacola e acredita que sua nora teria colocado a sustância ali. Um boletim de ocorrência foi elaborado e a mãe liberada em seguida.

Em vista dos fatos, foi instaurado no CPD um Procedimento Disciplinar a fim de apurar se o preso tinha conhecimento do entorpecente trazido por sua mãe, bem como outras medidas administrativas com relação a visitante.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora