04 de agosto de 2020 Atualizado 22:47

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Americana

Lixo no meio da rua na Vila Santa Maria gera reclamações de moradores

Há restos de móveis velhos e pedaços de madeira, entre outros itens descartados na Rua Irlanda, na altura do número 53

Por Redação

05 jul 2020 às 07:54 • Última atualização 06 jul 2020 às 09:35

A Rua Irlanda, na Vila Santa Maria, em Americana, tem sido palco de reclamações por ter entulhos jogados na rua, na altura do número 53, desde dezembro do ano passado.

Cenário encarado na Rua Irlanda, alvo da queixa feita pelo morador Marco Antônio Lúcio – Foto: Divulgação

De acordo com o aposentado Marco Antônio Lúcio, de 62 anos, há restos de móveis velhos e pedaços de madeira, entre outros itens descartados. Como consequência, o tráfego é atrapalhado por estar no meio da rua.

“É um monte de lixo, todo mundo passa ali e joga alguma coisa. Já jogaram cômoda, colchão, sofá e ainda acham que sou eu quem jogo por estar próximo da minha casa”, reclamou o aposentado.

Além disso, o munícipe se disse “indignado” e ressaltou que o Ecoponto Catharina Zanaga fica a um quilômetro do local, na Avenida Carmine Feola, número 1.327. Todos os endereços de ecopontos da cidade se encontram no site da prefeitura.

A Prefeitura de Americana informou que enviaria uma equipe da Gama ao local para verificar a situação e tomar as medidas necessárias.

“Lembrando que a própria população pode ajudar no combate a essas irregularidades denunciando os descartes à Gama por meio do telefone 153. Caso algum morador flagre um descarte irregular e conseguir fotografar a placa do veículo que está descarregando esses materiais, a imagem pode servir de prova para a aplicação de multas”, trouxe nota da administração.

LIBERAL NAS RUAS: Viu algo de errado no seu bairro? Um buraco na rua, um vazamento ou uma obra parada? Escreva para redacao@liberal.com.br ou envie mensagem para o WhatsApp do LIBERAL, no (19) 99271-2364, clicando aqui.

Podcast Além da Capa
Por quais razões a recomendação de manter o isolamento social permanece como a maneira mais difundida no combate ao novo coronavírus, mesmo com mais de 100 dias de quarentena e com a retomada da produção econômica em curso?