Licitação para gerir Área Azul é reaberta em Americana

TCE havia determinado suspensão do processo após quatro empresas pedirem a impugnação do edital


A Prefeitura de Americana reabriu nesta sexta-feira a licitação para contratar empresa que irá administrar gestão do sistema de cobrança da Área Azul, que será modernizado na cidade. A concessão visa instalação de parquímetros com o objetivo de melhorar o serviço e aumentar a arrecadação.

O processo licitatório havia sido aberto em abril, mas por determinação do TCE (Tribunal de Contas do Estado) foi suspenso em maio, sendo reaberto agora. O prazo para apresentação de propostas é 7 de novembro.

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
Com a contratação de uma empresa, sistema de área azul em Americana deve ser modernizado

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) determinou a suspensão do processo licitatório após quatro empresas entraram com pedido de impugnação do edital apontando irregularidades.

Caberá à empresa contratada investir na aquisição de equipamentos ou na adequação das vias do estacionamento rotativo. O governo municipal conta com um retorno financeiro mínimo, a partir do que for arrecadado com o novo sistema. A previsão é que o preço para motos seja de R$ 1 por uma hora e R$ 2 por duas horas. Para carros, a cobrança será de R$ 2,50 por uma hora e R$ 5 por duas horas.

A licitação visa concessão de prestação de serviço de implantação, operação, manutenção e gerenciamento do sistema de estacionamento rotativo. O contrato será de 10 anos, prorrogável por mais 10. A proposta escolhida será a que oferecer maior repasse à prefeitura.

O controle do estacionamento hoje é feito por servidores municipais. A fiscalização é de responsabilidade da Gama (Guarda Municipal de Americana). Segundo dados da prefeitura, no segundo quadrimestre deste ano a arrecadação foi de R$ 438 mil.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora