09 de agosto de 2022 Atualizado 16:59

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Juninho Dias se afasta de Comissão de Ética da Câmara de Americana

Vereador se defendeu sobre caso de agressão que teria ocorrido em evento no Zanaga

Por Cristiani Azanha

05 de agosto de 2022, às 07h50 • Última atualização em 05 de agosto de 2022, às 10h21

O vereador Juninho Dias (MDB) usou a tribuna na sessão da Câmara de Americana, na tarde desta quinta-feira, para anunciar seu afastamento da presidência do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.

Pela primeira vez, ele se posicionou publicamente, após ser acusado de agredir uma mulher durante um evento, em 16 de julho, no Zanaga. Juninho alega inocência e diz que apresentará provas quando for chamado para prestar depoimento na Polícia Civil, o que ainda não aconteceu.

“Vou esperar o momento certo para falar na polícia, não pratiquei agressão nenhuma, tenho certeza que a verdade virá a tona no momento certo. Decidi pelo meu afastamento justamente para que a comissão tivesse mais transparência para trabalhar e eu possa me defender sem participar”, enfatiza.

Juninho disse que vai esperar o momento certo para falar na polícia – Foto: Câmara de Americana / Divulgação

De acordo com o registro do caso na Polícia Civil, a vítima, uma mulher de 32 anos, estava no Festival da Pipa, no Zanaga, junto do namorado e de seus três filhos, quando um fotógrafo tirou uma foto de sua família.

Ela não teria gostado da situação e fez um comentário sobre o assunto, que teria sido levado pelo fotógrafo ao vereador. Depois disso, afirma que o parlamentar foi até ela e a expulsou do evento com vários socos.

O presidente da câmara, Thiago Martins (PV), explica que a Comissão de Ética é formada pelo presidente e dois vereadores, além de três suplentes. “Com o afastamento de Juninho, dois suplentes vão assumir e irão votar entre eles para escolher o novo presidente”, relata Martins.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Segundo ele, somente após o parecer da comissão o assunto será apresentado em plenário para votação de uma eventual cassação, suspensão do mandato ou advertência.

A SSP (Secretaria de Segurança Pública) informou que caso segue em investigação no 3º Distrito Policial de Americana. Ofícios foram encaminhados à câmara e Gama (Guarda Municipal de Americana).
A vítima foi submetida ao exame de corpo de delito. Após a conclusão do laudo pericial, o resultado será analisado pela autoridade policial.

Publicidade