25 de julho de 2021 Atualizado 16:51

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Ivo Macris fica de fora das primeiras fases de recuperação de estradas do Estado

Estrada que liga Americana a Paulínia não foi incluída nas duas primeiras etapas do programa “Novas Vicinais”, do governo

Por Ana Carolina Leal

06 Maio 2021 às 07:31 • Última atualização 06 Maio 2021 às 09:31

Reportagem esteve nesta quarta na estrada e constatou as más condições - Foto: Marcelo Rocha - O Liberal.JPG

A Estrada Vicinal Ivo Macris, que liga Americana a Paulínia, não foi contemplada nas duas primeiras fases do programa “Novas Vicinais”, do Governo do Estado de São Paulo, anunciadas nesta quarta-feira.

A iniciativa tem como objetivo recuperar e pavimentar as vias municipais. Na RPT (Região do Polo Têxtil), apenas a Estrada Municipal Mineko Ito, que liga Sumaré a Honda Automóveis, foi beneficiada pelo pacote.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Em março, o deputado federal Vanderlei Macris (PSDB) disse ao LIBERAL que havia solicitado a inclusão da Ivo Macris no programa estadual. No Estado, a primeira fase do programa vai atingir 66 vicinais em 76 cidades, totalizando 745 km e um investimento de R$ 577 milhões. Já na segunda etapa, serão contempladas 73 estradas em 85 municípios, somando 818 km de recuperação e R$ 634,5 milhões.

Sumaré será beneficiada na primeira fase com extensão total de 8,9 quilômetros e um investimento de R$ 3,1 milhões. O governo não informou quando as obras terão início.

Questionado sobre a inclusão da Ivo Macris, o Estado afirmou que a manutenção e recuperação de estradas vicinais são responsabilidades dos municípios. “No entanto, muitas vezes o Estado auxilia as prefeituras a construir, manter e recuperar vicinais, o que não implica em assunção de responsabilidade pela tarefa”, disse.

A Prefeitura de Americana, por sua vez, informou via assessoria que tanto a administração municipal como o deputado Vanderlei Macris fizeram o pedido de apoio para a recuperação e têm expectativa de que se não saiu agora, sairá no próximo anúncio.

“A prefeitura realiza o tapa-buraco e a manutenção da estrada, mas a recuperação mais ampla e necessária depende diretamente do apoio estadual”, destacou o Poder Executivo ontem.

Também por meio da assessoria, Vanderlei disse que o início das obras da Ivo Macris dentro do programa Novas Vicinais deve acontecer nas fases 3 e 4, porém, não é possível cravar uma data.

O LIBERAL esteve nesta quarta-feira na vicinal e constatou a presença de vários remendos na pavimentação, bem como bastante mato alto às margens da pista.

As péssimas condições da via motivaram a administração do ex-prefeito Omar Najar (MDB) a entrar com um processo contra o DER (Departamento de Estradas de Rodagem.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

A judicialização do caso foi sugerida ao Executivo pelo MP (Ministério Público). O objetivo era identificar se os problemas na estrada foram originados por falhas na execução da pavimentação, feita pelo Estado, ou por falta de conservação, o que já seria responsabilidade do município.

No processo que está em tramitação na 2ª Vara Cível de Americana, uma perícia foi solicitada e realizada por um profissional independente, mas o resultado ainda não é conhecido. O LIBERAL questionou o MP sobre o andamento do processo, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.

Publicidade