16 de julho de 2024 Atualizado 00:41

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Polícia Civil

Investigado por golpe oferece R$ 80 mil a policiais civis da DIG de Americana e acaba preso por corrupção

Indivíduo teria enganado motorista de aplicativo e foi detido; quando estava em uma cela, ele tentou oferecer dinheiro para ficar livre da denúncia

Por Paula Nacasaki

05 de julho de 2024, às 17h01 • Última atualização em 05 de julho de 2024, às 23h54

Um jovem de 20 anos foi preso no bairro Campo Limpo, em Americana, nesta quinta-feira (4), por corrupção ativa. Ele foi levado à sede da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) para prestar esclarecimentos, após ser acusado por um motorista de aplicativo de dar um golpe envolvendo jogos virtuais. Na unidade, ele ofereceu R$ 80 mil aos policiais e também vai responder por corrupção ativa.

De acordo com informações da DIG, o motorista procurou a Polícia Civil e relatou que conheceu o golpista no último dia 2, durante uma corrida de aplicativo. No trajeto, o cliente explicou a ele que possuía links de jogos virtuais, afirmando que seus acessos davam grande retorno financeiro.

Delegado Filipe Rodrigues Carvalho, da DIG de Americana – Foto: Marcelo Rocha / Liberal

Acreditando ser verdade, a vítima entrou nos links e se cadastrou, entretanto, como tinha dúvidas, precisou do suporte do jovem. O estelionatário teria explicado que, para poder ajudar, a vítima deveria passar seus acessos, como login e senha. Feito isso, o golpista transferiu todo o dinheiro que estava no cadastro do motorista do aplicativo para outras contas e sacou os valores.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

A vítima não conseguiu mais contato com o jovem e percebeu que tinha caído em um golpe, o que motivou a queixa na Polícia Civil.

Após a denúncia e o trabalho investigativo, os agentes conseguiram chegar até a residência do suspeito, no Campo Limpo, nesta quinta. Ele foi detido e levado à sede da DIG, onde, enquanto estava na cela, ofereceu R$ 80 mil aos policiais para se livrar da denúncia. Diante dos fatos ele foi autuado por corrupção ativa.

Como o golpe funciona?

De acordo com o delegado da DIG de Americana, Filipe Rodrigues de Carvalho, o modo de operação do criminoso se resume a atrair clientes, com a promessa de grande retorno financeiro em sites de apostas. Depois que as vítimas acessam seus links dos supostos jogos, ele transfere o dinheiro daquela para outras contas, sendo que os valores normalmente são imediatamente sacados por comparsas.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Para ter acesso à conta, o estelionatário se oferece como um auxiliar, pedindo o acesso por meio do login e senha.

Após afirmar que o dinheiro será reembolsado em alguns dias, as vítimas notam que o golpista fica mais ausente no auxílio e depois desaparece, trocando de número ou apenas não respondendo mais aos contatos por telefone.

O delegado lembrou que esta é uma nova modalidade de golpe e, devido à grande adesão entre apostadores dos jogos online, traz preocupação.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Publicidade