Investigação de morte de estudante será encerrada como meningite

Desde o início do ano, Americana teve cinco casos confirmados de meningite


A Vigilância Epidemiológica de Americana vai encerrar o caso de Thaila Vitória Delafiori como meningite provocada, provavelmente, por bactéria. A menina de 12 anos morreu na semana passada após procurar o Hospital Samaritano de Americana por diversas vezes.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

O Instituto Adolfo Lutz analisou o sangue coletado da paciente e o resultado veio negativo para infecções bacterianas.

“Isso não significa que ela não teve meningite. Teve sim, a avaliação clínica era clara e teve evolução rápida para óbito. O material correto para o diagnóstico, neste caso, seria o líquor, mas nenhum dos dois hospitais de passagem da adolescente colheu o material para este exame”, afirmou a prefeitura.

Segundo o município, o caso será encerrado pela vigilância epidemiológica “como meningite, de provável etiologia bacteriana, decorrente da sinusite apresentada e diagnosticada em suas passagens pelo hospital”.

Desde o início do ano, a cidade teve cinco casos confirmados de meningite. Quatro deles foram virais e os pacientes evoluíram para cura.

Meningite viral

A Vigilância Epidemiológica de Americana informou ontem que investiga um caso de meningite viral em um menino de 10 anos, morador do Parque Novo Mundo. A criança está em isolamento e tem quadro de saúde estável.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora