Integrantes de CEI protocolam relatório no Ministério Público

Vereador americanense Rafael Macris protocolou um relatório finalizado sobre a CEI do DAE, acompanhado dos parlamentares Gualter Amado e Thiago Brochi


O vereador americanense Rafael Macris (PSDB) anunciou que protocolou na quarta-feira (21) no MP (Ministério Público) um relatório finalizado sobre a CEI do DAE (Departamento de Água e Esgoto).

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
Relatório foi protocolado no MP pelo vereador Rafael Macris

Ele foi acompanhado dos também parlamentares Gualter Amado (PRB), relator da comissão, e Thiago Brochi (PSDB).

A CEI terminou na semana passada sem conclusão, já que o projeto que pedia a prorrogação dos trabalhos por mais 180 dias não chegou a ser apreciado em plenário. O projeto saiu da pauta há duas semanas depois de pedido de vista e, na sessão da semana passada, e o prazo previsto para a investigação já havia expirado.

CEI do DAE

O objetivo desta comissão era apurar a falta d’água constante, a qualidade do recurso hídrico, suposto mau uso dos recursos públicos e gastos com publicidade, entre outras questões.

Possíveis irregularidades também seriam investigadas, entre elas, o suposto retalhamento de bombas d’água que poderiam ter sido recuperadas e foram vendidas como sucata em 2018, segundo o grupo.

Os empréstimos do DAE à prefeitura também estão no alvo. Entre 2017 e 2018, a autarquia repassou ao governo R$ 32 milhões em dois empréstimos – o de 2017, no valor de R$ 12 milhões, já foi devolvido. Outro fato, apontado pelo vereador Padre Sérgio (PT), é que o DAE teria comprado 214 metros de tubulação sem necessidade e, depois, teria soterrado o equipamento.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora