07 de agosto de 2022 Atualizado 18:55

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Incêndio de grandes proporções atinge casa no Jardim Alvorada

Residência foi interditada após laudo da Defesa Civil constatar dano na estrutura; causas do incêndio serão apuradas

Por Maria Eduarda Gazzetta

07 de fevereiro de 2022, às 19h32 • Última atualização em 07 de fevereiro de 2022, às 19h37

Local foi interditado pela Defesa Civil que, após avaliação, constatou danos na estrutura da residência - Foto: Claudeci Junior - O Liberal

Um incêndio de grandes proporções atingiu uma casa na Rua Arco Íris, nº 109, no Jardim Alvorada, em Americana, no fim da tarde desta segunda-feira (7). Segundo o Corpo de Bombeiros, que atendeu a ocorrência, ninguém se feriu.

A dona da casa, a feirante Áurea Bidoia Borrascha, contou ao LIBERAL que o incêndio começou por volta de 16 horas e, em 20 minutos, as chamas se alastraram pela residência.

A feirante, que mora no local há 42 anos, detalhou que o terreno é dividido em duas residências e, no momento do incêndio, ela estava na casa dos fundos, onde a filha e a neta estavam, e quando voltou para a casa da frente, percebeu a fumaça. “Eu estava fazendo minha netinha dormir e voltei. Quando eu vi, comecei a gritar pela minha filha”, contou.

Ela e a filha, Elisandra Bidoia de Freitas, tentaram conter as chamas com o esguicho da casa, mas sem sucesso. “Não deu certo, foi muito rápido”, disse Elisandra.

Elas contam que todos os documentos, roupas, eletrodomésticos e móveis da casa foram destruídos pelas chamas. “Eu só dormia na casa dos fundos, mas as minhas roupas e do meu marido perdemos, porque ficavam no guarda-roupas da frente. Só consegui recuperar os documentos da minha filha”, completou.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ainda será apurado se o motivo do incêndio foi um curto circuito na rede elétrica da casa, já que toda a fiação estava exposta e o forro era de madeira, o que fez o incêndio se propagar rapidamente.

Após os trabalhos de rescaldo dos bombeiros, o diretor da Defesa Civil de Americana, João Miletta, informou que a casa foi totalmente interditada. “Fizemos uma análise, um laudo e realmente afetou a estrutura da casa, não tem condições. A casa do fundo não teve problema e foi liberada. Eles podem morar lá”, explicou.

A Gama (Guarda Municipal de Americana) também prestou apoio na operação.

Doações
Com os pertences destruídos pelas chamas, Áurea e Elisandra pedem doações. “Sei que já ganhamos uma geladeira, mas quem puder ajudar, é só trazer aqui para nós na casa dos fundos. Vai ajudar”, completou Elisandra.

Publicidade