Ibama atesta danos ambientais após descarrilamento de locomotivas

Composição não transportava vagões, não houve feridos e a ferrovia foi liberada no domingo; acidente foi causado por excesso de chuvas


Foto: Willian Souza_Divulgação
A composição não transportava vagões, não houve feridos e a ferrovia foi liberada no domingo

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) confirmou nesta segunda-feira ao LIBERAL que o descarrilamento de três locomotivas em Americana no último sábado causou dano ambiental, além do diesel de um dos veículos ter atingido o córrego Parque das Nações. A concessionária Rumo Logística, responsável pelo trecho, realizou a contenção e tem cumprido a legislação ambiental, de acordo com o órgão federal.

O excesso de chuvas na madrugada de sábado causou o descarrilamento. A composição não transportava vagões, não houve feridos e a ferrovia foi liberada no domingo.

“Foi constatado dano ambiental na vegetação ciliar e derramamento de combustível (óleo diesel) no córrego Parque das Nações. A operadora da ferrovia até o momento vem cumprindo com as exigências da legislação ambiental e do processo de licenciamento com o comunicado aos órgãos ambientais competentes e executando ações de atendimento e recuperação”, disse o Ibama, após vistoriar o local ontem.

A Rumo Logística informou que a área e o córrego estão sendo monitorados 24 horas por dia e que os trabalhos são acompanhados pelos órgãos ambientais.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!