Hospital Municipal receberá verba de R$ 5 milhões

Dinheiro será suficiente para trocar cerca de 90% de todos os equipamentos do hospital e inclusive equipar o novo pronto-socorro


A Prefeitura de Americana recebeu uma verba de R$ 5 milhões do Ministério da Saúde para compra de equipamentos e móveis para o Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi. O anúncio foi feito nesta quarta-feira pelo prefeito Omar Najar (MDB) e pelo secretário de Saúde, Gleberson Miano, no gabinete do chefe do Executivo.

Segundo Gleberson, a compra será suficiente para trocar cerca de 90% de todos os equipamentos do hospital e inclusive equipar o novo pronto-socorro, que deve ser entregue em março. No total são 73 produtos, que somam 1.345 unidades.

Foto: João Carlos Nascimento - O Liberal
Alguns equipamentos são bastante antigos e agora serão trocados

Entre as aquisições, estarão 108 camas hospitalares, número que deve ser suficiente para substituir todos os leitos do hospital. Serão comprados também mesas de cirurgia, marcapassos cardíacos externos, 125 poltronas de acompanhantes, computadores, aparelhos de raio X e de ar condicionado, até aquisições mais simples, como escadas e estantes.

De acordo com Gleberson, cerca de 70% dos materiais serão usados para substituir equipamentos e móveis hoje defasados. Em alguns casos, estimam as autoridades, há aparelhos com cerca de 30 anos de uso. A prefeitura vai avaliar o que fazer com os materiais substituídos – se os enviará a postinhos, por exemplo.

O dinheiro, liberado pelo ex-presidente Michel Temer (MDB) no dia 30 de dezembro, já está na conta da prefeitura. O pedido havia sido feito em 2017. Agora, o próximo passo é abrir licitação – que será subdividida por categorias de equipamentos. “A licitação caminha rápido no Hospital Municipal, cerca de 40, 50 dias ela finaliza”, afirmou o secretário de Saúde.

Omar diz que os novos equipamentos proporcionarão conforto, e citou o exemplo das 125 poltronas para acompanhantes. “Todo mundo se queixava que a cadeira era incômoda, cadeira com muitos anos de uso. Tudo isso vai melhorar o conforto do paciente e do acompanhante no hospital”, afirmou Omar.

“Nós vamos deixar o hospital digno de Americana, porque infelizmente há muitos anos não se investia tanto dinheiro no hospital”, disse o prefeito. Omar também disse que alguns equipamentos mais antigos gastavam mais energia, como máquinas de lavanderia.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora