Homem vende carro, cai em golpe e leva três multas de trânsito

Comprador se responsabilizou em assumir o financiamento e voltar em outro dia para transferir o documento, mas nunca mais apareceu


Um morador de Americana, de 26 anos, caiu em um golpe e levou três multas de trânsito após vender seu veículo em novembro do ano passado. O comprador não transferiu o automóvel para seu nome, tomou três infrações e não foi mais encontrado no endereço que havia fornecido à vítima.

O caso foi denunciado à Polícia Civil na noite desta terça-feira (14). Ao LIBERAL, a vítima, que trabalha como revisor, disse ter financiado um Chevrolet Corsa, ano 2005, em meados de 2019. Após ter pago duas parcelas, decidiu vender o veículo e o anunciou no Facebook.

Foto: Governo do Estado de SP
Caso foi registrado na Polícia Civil de Americana

Foi quando surgiu um interessado – o comprador foi até a casa do revisor e concluiu a negociação, pagando em dinheiro R$ 1 mil pelas duas parcelas que já haviam sido quitadas pela vítima. “Veio na minha casa ele, a esposa, o filho e o pai dele. Ele deu o dinheiro, ficou de ele assumir o restante, passar a dívida para o nome dele e voltar em dez dias para gente ir no cartório reconhecer firma”.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp

O prazo passou e o comprador não voltou para acertar a transferência. Por isso, o revisor foi até o endereço onde o comprador dizia que morava, mas foi informado de que ele havia deixado o local.

“Não sei onde achar ele. Estou com três multas, uma vence amanhã e eu não sei o que eu faço. Estou com a cabeça quente, não consigo dormir a noite”, finaliza a vítima.

Ouça o “Além da Capa”, um podcast do LIBERAL

O carro está com o comprador, que levou três multas de trânsito entre os dias 13 e 15 de dezembro. A vítima alega que tem como provar que na primeira infração recebida estava no trabalho, por isso não teria como ser o responsável pela multa.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora