04 de julho de 2020 Atualizado 10:53

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Americana

Homem é preso por forjar próprio sequestro e pedir R$ 10 mil de resgate à mãe

Mulher procurou polícia alegando que filho havia sido sequestrado e mostrou pedido de resgate

Por George Aravanis

27 Maio 2020 às 17:14 • Última atualização 27 Maio 2020 às 22:02

Um pizzaiolo de 46 anos foi preso em flagrante na manhã desta quarta-feira (27), no Jardim São Domingos, em Americana, acusado de forjar o próprio sequestro e exigir um resgate de R$ 10 mil da mãe – ele depois reduziu o valor para R$ 3 mil.

Segundo a polícia, o homem mandou até uma selfie amordaçado para dar verossimilhança à farsa. O suspeito foi encontrado na casa de uma tia, que não sabia da simulação.

O caso foi esclarecido pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais). O delegado José Donizeti de Melo afirmou que o pizzaiolo confessou o crime e disse que pretendia usar o dinheiro para pagar uma dívida com um agiota, originada de um empréstimo feito para pagar uma motocicleta.

O homem foi autuado por extorsão (crime com pena de quatro a dez anos de reclusão) e levado à Cadeia de Sumaré.

De acordo com o delegado, o acusado morava com a mãe e a relação dos dois, aparentemente, era boa. A mulher chorou muito na delegacia, segundo Melo. “Não estava acreditando no que tinha acontecido.”

O indiciado não tinha passagens pela polícia e, segundo o delegado, é articulado.

A mãe procurou a polícia na noite de terça-feira (26). Ela tinha recebido uma mensagem do celular do filho na qual um suposto sequestrador informava que ele havia sido raptado e exigia o resgate.

Durante a troca de mensagens, a família recebeu pelo WhatsApp a foto de uma pessoa de costas, ferida. Uma irmã dele desconfiou, porque a falsa vítima parecia maior que seu irmão, e pediu uma foto de rosto. Ele então se amordaçou com um pano e mandou a selfie, o que reforçou a crença da família no sequestro, diz o delegado.

Por volta das 10h desta quarta, o pizzaiolo ligou para a mãe e disse que os sequestradores haviam baixado o resgate. “Ele falou ‘mãe, os caras agora pra me liberar querem R$ 3 mil, arruma aí”.

Uma parente dele lembrou então que o pizzaiolo tinha contato com uma tia que não era próxima do resto da família.

Ao chegarem à casa da mulher, no Jardim São Domingos, os policiais encontraram o portão semiaberto. O pizzaiolo estava indo em direção ao portão. Ao ver a polícia, deu meia-volta e tentou fugir, mas foi contido e preso.

Podcast Além da Capa
Solidariedade e apoio aos necessitados marcam a luta contra o novo coronavírus (Covid-19) nas periferias da RPT (Região do Polo Têxtil). O LIBERAL visitou moradores do acampamento Roseli Nunes e da favela Zincão, em Americana, e da ocupação Vila Soma, em Sumaré, e observou como eles se unem para enfrentar as dificuldades provocadas pela pandemia. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira recebe o repórter André Rossi, que esteve nas comunidades, para repercutir essa apuração.