13 de setembro de 2021 Atualizado 15:20

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Grupo ‘Amigos da Represa do Salto Grande’ promove evento de preservação ambiental

Grupo reuniu donos de embarcações e caiaques na represa, além de promover atividades gratuitas para a população e de inclusão social

Por Maria Eduarda Gazzetta

13 set 2021 às 15:12 • Última atualização 13 set 2021 às 15:19

Embarcações navegaram percurso de 10km na represa de Salto Grande - Foto: Eduardo Cotrim/Divulgação

O grupo “Amigos da Represa do Salto Grande” promoveu na manhã deste domingo (12) um evento gratuito na orla da Praia dos Namorados em Americana, que dá acesso à Represa de Salto Grande, com o objetivo de alertar a população e órgãos públicos para a preservação ambiental do local. Além disso, o grupo promoveu atividades de inclusão social para pessoas portadoras de necessidades especiais.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

“Queremos que os americanenses voltem os olhos para a represa”, comentou uma das 180 integrantes do “Amigos da Represa de Salto Grande”, a supervisora comercial, Pricila Gomes.

Durante o evento, donos de caiaques, stand up paddle e embarcações navegaram em um percurso de 10km pela represa entre os bairros Praia dos Namorados e Praia Azul. Além disso, o grupo promoveu atividades para o Projeto Vida, que cuida de crianças e adolescentes portadores de necessidades especiais.

“Todos eles andaram de triciclo pela orla. Também tivemos contação de histórias para as crianças e a presença dos ‘Amigos do Flashback’, um grupo de dança do Zanaga. Foi muito legal”, contou Pricila.

O projeto Horta da Lelê também fez parte do evento e ensinou as crianças a plantarem uma hortaliça em uma garrafa pet. Toda a população que participou do evento ganhou mudas de árvores nativas, todas doadas por uma parceira do grupo.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Por conta do sucesso, os organizadores já adiantam que pretendem fazer mais edições. “Não queremos que as pessoas se esqueçam da represa e da causa ambiental. A melhoria depende de várias órgãos, que precisam trabalhar juntos na despoluição e na preservação ambiental da represa”, finalizou Pricila.

Publicidade