Gestante é agredida pela mãe após discutir por causa de gato

Mulher disse que a mãe puxou-lhe os cabelos, deu socos em sua cabeça, arranhões e ainda um chute na barriga; caso foi parar na delegacia


Uma gestante de 20 anos foi agredida pela própria mãe após um mal entendido sobre o tratamento veterinário do gato da família. A mulher passou por atendimento médico e o caso foi parar na CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Americana. A confusão aconteceu na noite desta terça-feira (25) no Jardim Nossa Senhora do Carmo, na região do São Vito.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a gestante foi até a residência de sua mãe, por volta das 21h, questionar sobre o tratamento veterinário do gato, que é da grávida. Ela não queria que a mãe levasse o animal de estimação a determinada clínica por não confiar no atendimento e, mesmo assim, a mãe levou o gato ao veterinário. Por esse motivo, ela ligou no estabelecimento e pediu que o animal não fosse atendido.

Ainda segundo relato da vítima, ambas começaram a discutir. A mãe teria jogado objetos em direção à grávida, que revidou. Depois disso, iniciou-se as agressões. A gestante disse que a mãe puxou-lhe os cabelos, deu socos em sua cabeça, arranhões e ainda um chute na barriga.

A gestante recebeu atendimento médico em um hospital particular de Americana e foi liberada posteriormente. Um exame de corpo delito também foi realizado.

O caso foi registrado na CPJ e a vítima foi orientada quanto a representação da queixa, caso queira dar continuidade ao processo criminal.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora