Escolaridade completa e cursos concluídos fazem diferença no mercado

Recrutadores que atuam na região, e que vão participar do Emprega FAM, reforçam busca por profissionais que queiram crescer nas empresas


O mercado regional procura por profissionais que tenham escolaridade completa, cursos de qualificação e vontade de crescer dentro da empresa. É o que apontam dois especialistas ouvidos pelo LIBERAL que estarão na quarta edição do Emprega FAM – são mais de 500 vagas de emprego disponíveis no evento.

De acordo com a coordenadora de RH do Grupo Expert, Cleusa Marton, cada empresa tem suas características e forma de pensar. Entretanto, há algumas tendências que se encaixam em praticamente todas elas.

“O que as empresas mais procuram mesmo são pessoas com qualificação de escolaridade, que tenham cursos. O que pega muito é que as pessoas às vezes não concluem. Muitas não tem ensino médio completo ou pararam a faculdade, e acabam perdendo a oportunidade”, explica Cleusa.

Foto: Arquivo / O Liberal
Mercado regional procura por profissionais que tenham escolaridade completa

A especialista diz que para vagas mais técnicas, como mecânica e eletrônica, as empresas da região buscam candidatos com experiência na área e que tenham cursos de qualificação. Já nos setores de produção, muitos candidatos perdem a oportunidade por ainda não terem o ensino médio completo.

Dar sequência nos estudos, inclusive, gera uma alternativa de empregabilidade como aprendiz. A carga horária varia entre quatro e seis horas de trabalho. “Se estiver estudando é uma benção, porque você consegue colocar a pessoa como aprendiz. É registrado, tudo certinho. A formação pesa bastante. A pessoa tem que investir realmente. Eu sei que é difícil, mas não tem muita saída”, destaca Cleusa.

Já o diretor da TGRH – Recrutamento e Seleção, Célio Soares, analisa que as empresas buscam candidatos que sejam flexíveis, pró-ativos e tenham espírito de trabalho em equipe. A vontade de permanecer e crescer dentro da empresa também é uma qualidade desejável.

“Hoje não é tão difícil conquistar um emprego, o mais difícil é se manter no emprego. Quando [a pessoa] conquista, muitas vezes acaba desleixando depois dos três meses (de experiência). Ou seja, pós três meses é que vão dizer se a pessoa vai ou não dar continuidade na empresa, se vai ou não ter crescimento”, avalia Célio. “O que as empresas mais buscam são pessoas que entrem para somar, e não para poder ficar na mesma”, complementa.

Emprega FAM

O evento de empregabilidade ocorre neste sábado, das 9h às 17h. A FAM está localizada na Avenida Joaquim Boer, 733, no Jardim Luciane. Inscrições para as palestras devem ser feitas pelo site fam.br/eventos/empregafam. Basta comparecer e entregar o currículo diretamente ao representante da empresa onde está a vaga pretendida.

Foto: Divulgação
Confira o mapa das empresas que participarão do Emprega FAM 2019
LIBERAL VIRTUAL Acesse agora