27 de novembro de 2020 Atualizado 21:53

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Americana

Ex-primeira-dama de Americana, Dóris Biasi morre aos 95 anos

Ela era viúva de Maury Biasi, dono de uma tradicional tecelagem, e mãe de Ralph Biasi, que foi prefeito da cidade nos anos 1970

Por Heitor Carvalho

25 set 2020 às 15:21 • Última atualização 25 set 2020 às 15:47

Violeta era viúva de Maury Biasi, que faleceu em 2016 - Foto: Divulgação

Violeta Araújo Biasi, conhecida popularmente como Dóris Biasi, faleceu durante a manhã desta sexta-feira (25), aos 95 anos, por problemas pulmonares.

Ela foi primeira-dama de Americana entre os anos de 1973 e 1977, durante a gestão de seu filho, Ralph Biasi, que assumiu o cargo aos 25 anos e foi considerado o prefeito mais jovem da história do município.

Violeta era viúva de Maury Biasi, que faleceu em 2016. Ele fundou a Têxtil Biasi em 1933, empresa que se tornou uma das mais tradicionais tecelagens de Americana.

Orestes Camargo Neves, um dos sobrinhos de Violeta, conta que ela era original do bairro Carioba, onde seu pai mantinha uma empresa.

“Ela sempre deu força para a carreira política do filho. Era uma pessoa extraordinária”, lembra.

Dóris também foi uma das presidentes do Fundo Social de Solidariedade de Americana.

Ela deixa uma filha e três netas. Seu sepultamento ocorreu às 14h no Cemitério Monumental do município de Limeira.

Publicidade