Estado assina prorrogação de convênio para obra do HM

Anunciada em abril, prorrogação prevê liberação de R$ 1.450 milhão para obras do anexo do pronto-socorro do Hospital Municipal de Americana


A Secretaria Estadual de Saúde assinou a prorrogação do convênio para a construção do novo pronto-socorro do Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, em Americana. A assinatura ocorreu na semana passada, mais de três meses após ter sido anunciada pela pasta. Com isso, deve ser repassada uma verba remanescente de R$ 1.450 milhão para a obra. O recurso será liberado conforme as medições forem apresentadas ao Estado.

Segundo a prefeitura, o contrato original é de R$ 2,59 milhões (já foram pagos R$ 1,5 milhão) e até agora foram realizados 75,91% da obra. Além do valor de contrato, o município busca um aditamento no valor de R$ 162 mil e que possibilita que se chegue ao valor final previsto da obra.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Prorrogação de convênio garante repasse de R$ 1.450 milhão para obras do HM

Questionada, a Secretaria Estadual de Saúde não respondeu o motivo da demora em assinar a prorrogação que já havia sido anunciada e nem se já analisou o pedido de aditamento feito pela prefeitura.

Na semana passada, o TCE (Tribunal de Contas do Estado) apontou a necessidade de reforma no prédio e indicou que a construção da nova ala vai possibilitar melhorar as condições estruturais para um bom atendimento ao público.

O presidente da Alesp, deputado Cauê Macris, e o deputado federal Vanderlei Macris (ambos PSDB) divulgaram que receberam a confirmação da Secretaria de Saúde do Estado sobre a assinatura da prorrogação do convênio.

A obra tinha previsão de entrega para dezembro de 2018 e foi prorrogada para março. O LIBERAL revelou atraso nas obras e a prefeitura respondeu que aguardava aditamento pedido ao Estado. Esse, por sua vez, informou que o convênio estava vencido e que não houve novos pedidos – a prefeitura divulgou os documentos que comprovavam os pedidos feitos.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora