Empresário de Americana diagnosticado com coronavírus tem alta

Diretor da FAM, Gustavo Azzolini estava internado em São Paulo com a doença e agora ficará de quarentena na casa dele, em Americana


O empresário Gustavo Azzolini, de 41 anos, primeiro paciente de Americana com o novo coronavírus (Covid-19), teve alta nesta quarta-feira (25).

Gustavo, que é diretor administrativo da FAM (Faculdade de Americana), estava internado em um hospital particular de São Paulo.

Clique aqui e se inscreva no nosso canal do Telegram e receba as notícias no seu celular!

Após ficar em isolamento desde o início da semana passada, ele agora passará a ficar de quarentena, em casa, em Americana. O empresário está bem, mas ainda se recupera da pneumonia contraída.

O diretor da FAM é considerado o primeiro caso confirmado do novo coronavírus em Americana, conforme informou a prefeitura nesta terça-feira.

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

O sogro de Gustavo e fundador da FAM, Florindo Corral, de 70 anos, permanece internado na capital paulista, também com suspeita de coronavírus.

ENTREVISTA

Na segunda-feira (23), o LIBERAL entrevistou Gustavo sobre a doença, o diagnóstico e o tratamento. Na ocasião, ele ainda estava internado em São Paulo.

Podcast: Sete edições do Além da Capa para ouvir durante a quarentena

Ao LIBERAL, ele contou que seu caso é assintomático para o novo coronavírus. O sintoma inicial, sentido no início da semana passada, foi o de uma suposta dengue. Gustavo contou que sentia dores no corpo e foi a São Paulo fazer exames, na terça-feira passada.

Os exames deram negativo para dengue. A médica que o atendia desconfiou. “Não tinha chiado no pulmão, não tinha nada. Ela desconfiou de uma sinusite viral”, relatou.

Foto: João Carlos Nascimento - O Liberal.JPG
Gustavo Azzolini conversou com a reportagem do LIBERAL na noite desta segunda-feira

Encaminhado para uma tomografia, foi constatado que o pulmão do empresário tinha pequenos focos do que é chamado de “vidro fosco”, alteração que é sinal de inflamação.

“Foi constatado que meu pulmão estava todo tomado, que meu pulmão não tinha pequenos focos de ‘vidro fosco’, meu pulmão inteiro era ‘vidro fosco’”, comentou Gustavo. O diagnóstico foi de broncopneumonia.

O empresário foi testado na última quinta-feira, por um laboratório particular na capital paulista. E o resultado, segundo ele, saiu nesta segunda. “Sou um paciente testado positivo para coronavírus, mas totalmente assintomático”, disse.

“Não tive febre, não tive tosse, não tive secreção, catarro. Não tive nada disso. Em contrapartida, houve um alojamento muito rápido dessa carga viral direto no meu pulmão”, contou Gustavo.

“Tenho uma boa oxigenação sanguínea, e com perspectiva de melhora. Não houve nenhum tipo de piora. Tomo um coquetel a base de antibiótico, apenas para fazer uma blindagem ao sistema imunológico, mas estou fora do quadro de risco”, disse ele, na entrevista.

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

O empresário faz um alerta para que as pessoas sigam as orientações das autoridades de saúde, de se manter em isolamento social, e pede atenção quanto à higiene. “É um dever nosso informar a população, pedir para que todo mundo siga a quarentena, tenha os cuidados de lavar o rosto, lavar a mão”, orientou.

Gustavo diz que não sabe dizer como, quando ou onde teria se contaminado. Ele ressaltou que as aulas na faculdade que dirige já estavam paralisadas quando começou a se sentir mal. E que a instituição foi avisada sobre a situação.

SUSPEITA

Sogro de Gustavo, o fundador da FAM, Florindo Corral, de 70 anos, também está internado em São Paulo, com suspeita da doença, mas em estado mais grave. De acordo com o empresário, Florindo tem condições que o colocam no grupo de risco: é cardiopata, hipertenso, diabético e ex-fumante.

Segundo o empresário, Florindo se sentiu mal após chegar de uma viagem ao Uruguai. Os dois não chegaram a se encontrar – Gustavo já estava internado.

BALANÇO

Nesta quarta-feira, o LIBERAL mostrou que grande parte dos exames de casos suspeitos na região aguardavam resultado há pelo menos uma semana.

Segundo a Prefeitura de Americana, o Instituto Adolfo Lutz, responsável pelos exames, tem dado preferência à análise de casos graves.

Veja abaixo os detalhes dos pacientes confirmados, que estão sob investigação ou já tiveram descartada a infecção pela Covid-19. As informações foram divulgadas pela Prefeitura de Americana.

DESCARTADOS

Criança do sexo masculino, de 3 anos, moradora do Jardim Girassol, que esteve na China. A suspeita foi notificada no dia 30 de janeiro. Resultado do exame: descartado

Mulher, de 42 anos, moradora do bairro Jaguari, que esteve na Itália. A suspeita foi notificada no dia 4 de março. Resultado do exame: descartado

Homem, de 26 anos, morador do bairro Nossa Senhora do Carmo, que esteve na Itália. A suspeita foi notificada no dia 6 de março. Resultado do exame: descartado

Mulher, de 28 anos, moradora do bairro Santa Catarina, que esteve na Itália. A suspeita foi notificada no dia 6 de março. Resultado do exame: descartado

EM INVESTIGAÇÃO

Mulher, de 42 anos, moradora do Jardim Thelja, que esteve em Nova York e Orlando, nos Estados Unidos. A suspeita foi notificada no dia 13 de março. Ela aguarda o resultado do exame em isolamento domiciliar.

Mulher, de 34 anos, moradora do Jardim Alvorada, que esteve em Nova York e Orlando, nos Estados Unidos. A suspeita foi notificada no dia 13 de março. Ela aguarda o resultado do exame em isolamento domiciliar.

Mulher, de 44 anos, moradora do Jardim São Domingos, que trabalha no Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, em Americana. A suspeita foi notificada no dia 16 de março. Ela aguarda o resultado do exame em isolamento domiciliar.

Homem, piloto de avião, de 26 anos, morador da Cidade Jardim, que esteve em aeroportos. A suspeita foi notificada no dia 16 de março. Ele aguarda o resultado do exame em isolamento domiciliar.

Mulher, comerciante, de 52 anos, moradora do bairro Dona Judith, que esteve na 25 de Março, em São Paulo. A suspeita foi notificada no dia 16 de março. Ela aguarda o resultado do exame em isolamento domiciliar.

Criança do sexo feminino, de 2 anos, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A criança esteve no Catar. A suspeita foi notificada no dia 17 de março. Ela aguarda o resultado do exame em isolamento domiciliar.

Homem, de 30 anos, cujo bairro onde mora não foi divulgado e que teve contato com um paciente de São Paulo com exame positivo para coronavírus. A notificação ocorreu  no dia 17 de março. Ele aguarda o resultado do exame em isolamento domiciliar.

Mulher, de 27 anos, cujo bairro onde mora não foi divulgado e que teve contato com um paciente de São Paulo com exame positivo para coronavírus. A notificação ocorreu no dia 18 de março. Ela aguarda o resultado do exame em isolamento domiciliar.

Mulher, de 42 anos, cujo bairro onde mora não foi divulgado. Ela esteve nos Estados Unidos. A notificação ocorreu no dia 19 de março. Ela aguarda o resultado do exame em isolamento domiciliar.

Criança do sexo feminino, de 2 anos, cujo bairro onde mora não foi divulgado. Ela teve contato com um paciente de São Paulo com exame positivo para coronavírus. A notificação ocorreu no dia 20 de março. Ela aguarda o resultado do exame em isolamento domiciliar.

Mulher, de 42 anos, cujo bairro onde mora não foi divulgado. Ela teve contato com um paciente de São Paulo com suspeita de coronavírus. A notificação ocorreu no dia 18 de março. Ela aguarda o resultado do exame em isolamento domiciliar.

Homem, de 35 anos, cujo bairro onde mora não foi divulgado. Ele esteve na Itália. A notificação ocorreu no dia 20 de março. Ele aguarda o resultado do exame em isolamento domiciliar.

Homem, de 72 anos, morador do bairro São Jerônimo. Segundo divulgou a prefeitura nesta segunda-feira (23), ele está internado desde domingo (22) em uma ala isolada no Hospital Municipal, entubado, com quadro estável, porém, inspirando cuidados. A prefeitura não detalhou como ele teria tido contato com um suposto vírus, mas informou que ele tem histórico de doença pulmonar obstrutiva crônica. Ele aguarda o resultado do exame.

Mulher, de 27 anos, profissional de saúde, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A notificação ocorreu no dia 23 de março. A prefeitura não deu detalhes de onde ela esteve ou se teve contato com alguém infectado. Ela aguarda resultado do exame em isolamento domiciliar.

Criança do sexo masculino, de 2 anos, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A notificação ocorreu no dia 23 de março. A prefeitura não deu detalhes de onde ela esteve ou se teve contato com alguém infectado. Ela está internada em um hospital particular e aguarda resultado do exame.

Bebê do sexo feminino, de 4 meses, moradora do bairro Parque Novo Mundo. A notificação ocorreu no dia 23 de março. A prefeitura não deu detalhes de onde ela esteve ou se teve contato com alguém infectado. Ela está internada em um hospital particular e aguarda resultado do exame.

Mulher, de 49 anos, profissional de saúde, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A notificação ocorreu no dia 23 de março. Ela está em isolamento e aguarda resultado do exame.

Mulher, de 45 anos, profissional de saúde, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A notificação ocorreu no dia 23 de março. Ela está em isolamento e aguarda resultado do exame.

Homem, de 79 anos, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A notificação ocorreu no dia 23 de março. Ele está em internado e aguarda resultado do exame.

Mulher, de 28 anos, profissional de saúde, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A notificação ocorreu no dia 24 de março. Ela está em isolamento domiciliar e aguarda resultado do exame.

Mulher, de 47 anos, profissional de saúde, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A notificação ocorreu no dia 24 de março. Ela está em isolamento domiciliar e aguarda resultado do exame.

Homem, de 28 anos, profissional de saúde, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A notificação ocorreu no dia 24 de março. Ele está em isolamento domiciliar e aguarda resultado do exame.

Homem, de 58 anos, profissional de saúde, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A notificação ocorreu no dia 24 de março. Ele está em isolamento domiciliar e aguarda resultado do exame.

Mulher, de 36 anos, profissional de saúde, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A notificação ocorreu no dia 24 de março. Ela está em isolamento domiciliar e aguarda resultado do exame.

Mulher, de 36 anos, profissional de saúde, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A notificação ocorreu no dia 24 de março. Ela está em isolamento domiciliar e aguarda resultado do exame.

Mulher, de 42 anos, profissional de saúde de hospital particular, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A notificação ocorreu no dia 24 de março. Ela está em internada e aguarda resultado do exame.

Mulher, de 31 anos, profissional de saúde, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A notificação ocorreu no dia 24 de março. Ela está em isolamento domiciliar e aguarda resultado do exame.

Mulher, de 31 anos, profissional de saúde, cujo bairro onde mora não foi divulgado. A notificação ocorreu no dia 24 de março. Ela está em isolamento domiciliar e aguarda resultado do exame.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora