06 de agosto de 2020 Atualizado 16:48

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Caso Emily

Emily confirmou que foi levada por motociclista, diz avó

Em entrevista, avó disse que a neta está com a “cabeça ruim” e que a menina confirmou que estava na companhia do motociclista

Por Leonardo Oliveira

09 jul 2020 às 13:35 • Última atualização 09 jul 2020 às 17:43

A avó de Emily Bello Soares da Silva, menina encontrada viva nesta quinta-feira (9) depois de cinco dias desaparecida, afirmou que a neta está com a “cabeça ruim” e que ela confirmou que estava na companhia do motociclista que a teria levado na madrugada do último domingo.

A menina Emily deixa hospital em Americana em viatura da PM – Foto: Marcelo Rocha – O Liberal

A declaração foi dada no início da tarde desta quinta, em entrevista concedida à imprensa em frente ao Hospital São Lucas, em Americana, onde a menina passou por exames.

Eu fiquei aliviada, eu só queria encontrar minha neta viva, disse avó – Foto: Marcelo Rocha – O Liberal

Depois de receber os resultados dos procedimentos, Emily passaria por exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal) para depois prestar depoimento na DDM (Delegacia de Defesa da Mulher).

“Ela está com a cabeça ruim, mas ela vai dar todas as informações. Eu fiquei aliviada, eu só queria encontrar minha neta viva. Foi o mesmo”, disse a avó, a aposentada Lúcia Pereira da Silva, ao responder se a menina estava com o mesmo homem que teria passado de moto em frente a sua casa na madrugada do seu desaparecimento.

Uma amiga da família, Andriele Maris, que foi até o hospital visitar Emily, afirmou que a menina teria dito que estava em um lugar “bonito”.

Encontro

Emily foi encontrada viva na manhã desta quinta-feira (9) em um posto de combustível da Praia Azul, em Americana. A criança, de Santa Bárbara d’Oeste, estava desaparecida desde domingo.

A menina Emily em posto de combustível onde foi encontrada – Foto: Redes Sociais – Reprodução

A menina chegou por volta das 9h30 no posto de combustível, que fica na Rua José Volpato. Ao LIBERAL, o gerente Durvalino Pereira Dutra afirmou que Emily estava “desorientada” e perguntou onde estava.

Desaparecimento

Emily estava desaparecida desde o último domingo e o caso era investigado pela Polícia Civil. Ela teria saído de casa com um motociclista que aparentava ter pelo menos 30 anos, em Santa Bárbara d’Oeste.

Quando foi vista pela última vez, Emily estava em sua casa, no bairro Jardim Europa, onde mora com os avós. A jovem desapareceu por volta das 0h30, na madrugada de sábado para domingo.

Mais cedo, o pai dela, Cleberson Soares da Silva, afirmou ter visto um homem desconhecido com uma moto Honda Titan preta estacionada em frente ao imóvel.

Questionado, o motociclista comentou que estava esperando um amigo. Cleberson o mandou sair daquele local e ele obedeceu. A família acredita que o homem voltou e que Emily saiu escondida para se encontrar com ele.

Familiares e amigos começaram a procurá-la em outras cidades da região nesta quarta-feira. Houve buscas em municípios como Campinas, Hortolândia, Monte Mor e Paulínia.

Podcast Além da Capa
Por quais razões a recomendação de manter o isolamento social permanece como a maneira mais difundida no combate ao novo coronavírus, mesmo com mais de 100 dias de quarentena e com a retomada da produção econômica em curso?