19 de abril de 2021 Atualizado 17:07

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Educação

Em março, aulas em creche só voltam no maternal 2 em Americana

Retomada presencial na rede municipal de ensino está prevista para a próxima segunda-feira

Por André Rossi

25 fev 2021 às 08:31 • Última atualização 25 fev 2021 às 09:38

O retorno das aulas presenciais em creches de Americana no mês de março será apenas com as crianças do maternal 2. A informação foi adiantada pelo secretário de Educação, Vinicius Ghizini, durante audiência pública na câmara na terça-feira.

A retomada presencial em toda a rede municipal de ensino está prevista para a próxima segunda-feira. A lotação será limitada a 35% dos estudantes, em esquema de rodízio, e com a manutenção das aulas virtuais.

Vinicius Ghizini diz que retorno presencial começará pelo maternal II – Foto: Ernesto Rodrigues / O Liberal

Entretanto, no caso das creches, apenas as crianças mais velhas – 3 a 4 anos – voltarão neste primeiro momento. Cerca de 610 alunos estão matriculados no maternal 2, o que representa 30% das crianças atendidas em creches. Segundo o secretário, as crianças de berçário 1 e 2 e maternal 1 não retornarão em março.

“Iniciaremos com a fase do maternal II. São as crianças mais velhas e que estão na iminência de irem para a pré-escola. Que tenham mais autonomia e um pouco mais de condição, pelo menos para esse início, de adaptação para essa nova realidade”, explicou Ghizuni.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Na manhã desta quarta-feira (24), o o secretário visitou quatro unidades da rede municipal para verificar se as recomendações sanitárias estão sendo seguidas. O secretário também se disponibilizou a sanar dúvidas dos funcionários sobre as regras que devem ser seguidas para o retorno seguro.

As escolas visitadas foram a Emef (Escola Municipal de Educação Infantil) Milton Santos, na Praia Azul; a Creche Tupã, no Jardim Brasil; a Casa da Criança Urupê e o Ciep Professora Oniva de Moura Brizola, no bairro Antonio Zanaga.

“Foram visitas não agendadas, que pretendo estender para as outras escolas municipais, sempre com esse mesmo propósito, o de verificar as condições das escolas quanto aos cuidados necessários com a Covid-19”, afirmou Ghizini.

Já nesta quinta-feira (25), uma reunião do Comitê de Crise da Covid-19 deve discutir, entre outros assuntos, o retorno presencial na rede municipal.

Publicidade